Explorar o mundo e as ideias e ter grandes exigências com base na afirmação de igualmente  grandes princípios é a tentação hoje com a  Lua em Sagitário que também nos incita a alguma arrogância ao dizer como achamos que devem as coisas. Queremos mais e melhor mas há que ter em consideração alguns limites e a certeza de que vai haver contestação. Um quadrado da Lua a Marte que mais ao final do dia evolui para um quadrado ao Sol é índício de que os nossos anseios e quereres não são compatíveis com os detalhes da realidade e que as exigências se transformam em desacordos com forças maiores.

De facto, o dia, tal como ontem, é propício a alterações favoráveis na organização geral dos nossos bens e valores, já que persiste a conjunção de Vénus e Júpiter em Touro, em trígono a Plutão em Capricórnio e Marte em Virgem. Mas a Lua em Sagitário leva-nos a ” esticar a corda” na resolução das carências embelezadas com ideias filosóficas, e que as quadraturas mostram ser pouco compatíveis com a realidade. Mais ainda, Mercúrio em Carneiro, retrógrado, em quadratura a Plutão força a  revisão de discursos e negociações  ou da organização de assuntos que ficou provado não estarem ainda maduros para avançar.  Outra quadratura de Marte ao Nódulo Lunar Norte corrobora a necessidade de controlarmos as exigências incompatíveis com o verdadeiro sentido das coisas e sua orientação futura.

Em suma, um bom dia para concretizar projectos desde que não sejam abusivos nem tenham como ponto de partida uma expressão mal fundamentada.