Os sentidos estão apurados, procuramos prazeres ou segurança material e temos oportunidade de em casa ou em família obtermos alguma satisfação. No entanto, o melhor é não exagerar nas expectativas nem projectar nas relações com os outros o nosso desejo porque a zanga e frustração é daí que vêm. Deve-se isto à presença da Lua em Touro em sextil a Júpiter em Caranguejo, em quincúncio a Mercúrio em Balança e quadrada a Marte em Leão. Como Vénus em Escorpião também faz quadratura a Marte em Leão a tensão nas relações é grande porque afirmação egocêntrica de poder pessoal ou financeiro, de pulsões sexuais, de controlo ou de competição podem não ter o eco esperado. Este trânsito pode ser estimulante e criativo mas tem de ser expresso com grau zero de narcisismo e atenção à sensibilidade alheia. Marte em biquintil a Plutão em Capricórnio pede exactamente essa criatividade para mudarmos as estruturas profissionais ou de vida em que estamos inseridos enquanto o quintil do Sol recém entrado em Balança a Júpiter em Caranguejo nos diz também para abordarmos as relações como oportunidades de inventarmos soluções para os desiquilíbrios que queremos colmatar.