A sensibilidade é tudo hoje, dia em que o sonho, idealismo ou empatia nos levam a abrir o coração e a estar abertos à beleza ou sofrimento que nos rodeia. Qualquer nota de música ou imagem suscita emoções. Intuimos o não dito.  É a Lua que entra em Peixes e faz conjunção a Neptuno o que faz com que a razão seja apenas a do coração e o excesso emocional é agravado pela quadratura da Lua a Mercúrio em Sagitário que alimenta controvérsias com base em defesa de ideais supremos e da total subjectividade. Para confirmar que são mesmo as relações que estão em causa, sejam elas amorosas ou financeiras, temos Marte a entrar no signo da Balança e a procurar novos equilíbrios de poder, em sextil a Mercúrio e quincúncio à Lua o que alimenta ideologias e põe em risco uma visão sucinta dos problemas. Daqui até ao final de Dezembro Marte vai activar a quadratura de Urano a Plutão e seja pessoal seja diplomática ou colectivamente vamos viver mudanças radicais na balança das relações. O cenário começa a ser montado hoje com a vulnerabilidade sentida.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.49883.27152