Sexta, 18/4- Velhos hábitos e aberturas

O dia é um misto de velhos hábitos e novas ideias e o desejo de promover mudanças que valham a pena na forma como vivemos ou nas relações pessoais, financeiras ou políticas. A principal dificuldade é conseguirmos abandonar padrões ultrapassados de resposta automática. O Sol em Carneiro está conjunto ao Nódulo Sul e convencimento, agressividade e egocêntrismos são instintos que há que refrear porque o objectivo é chegarmos a novos acordos com o Nódulo Norte em Balança, onde também está Marte retrógrado a reposicionar parcerias. Como a Lua entrou em Sagitário, partir à aventura seja em longas viagens ou pela abertura do espírito também está na ordem do dia. Mas como a Lua negra Lilith sai de Caranguejo para entrar em Leão, em quadratura aos Nódulos, a tendência para nos vermos como o centro do mundo pode por em causa essa mesma abertura. Trabalhar os compromissos, estar atento às ideias alheias, procurar um equilíbrio entre o dar e o receber são hoje as tarefas difíceis versus a facilidade com que podemos ir atrás do desejo singular de escapar mesmo que seja ao encontrão a quem se meter pela frente. É preciso não ficar preso a comportamentos automáticos, quebrar karma e evoluir contrariando também a quadratura do Sol à Lua Negra, hoje e nos próximos dias. A disciplina da mente também não é facilitada pelo quicúncio de Mercúrio em Carneiro a Saturno em Sagitário mas vamos acabar por ter de respeitar horários, obrigações ou limites de expressão senão o preço a pagar é elevado como sempre acontece com aspectos a Saturno. A chave do dia está em sentirmos compaixão, amor universal, a partilha espiritual, enfim, tudo o que nos humanize porque nos afasta do egocêntrismo e coloca a par com o mundo. Vénus está em Peixes e dá-nos abertura para essa generosidade se abrirmos o coração. Então acontecem os milagres, percebemos o extraordinário momento de transformação que pessoal ou colectivamente estamos a viver e contribimos para isso graças ao sextil de Vénus a Plutão em Capricórnio.

A imagem é de uma tela do pintor contemporâneo norueguês Odd Nerdrum nascido em 1944 e chama-se “Madrugada”.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.71092.4651

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: