Não é um fim de semana em que tudo fluia sem tensões mas são dois dias em que podemos sonhar com uma vida e uma partilha melhor se conseguirmos ser pragmáticos e preparar o terreno para essa regeneração a começar na  Lua Nova de Escorpião, no próximo dia 7. Com o pano de fundo de que é de ir atrás do sonho, dado pelo trígono do Sol em Escorpião a Neptuno em Peixes,   temos no sábado a Lua ainda em Virgem em trígono a Plutão em Capricórnio, com o seu regente Mercúrio em Sagitário em semi-quadratura a Plutão e quincúncio a Urano. Ou seja, todo o foco tem de estar nos detalhes da organização do que queremos transformar mas a lógica que seguimos é confrontada com diferentes perspectivas como se houvesse muitas versões e fosse complicado discernir quais são as ideias pre-concebidas e como abrir horizontes que arejem e desbloqueiam as situações que queremos regenerar.

No Domingo a Lua entra em Balança e o que queremos mais é evitar conflitos mas isto só é possível se resfriarmos emoções e aceitarmos regras e limites derivadas da quadratura da Lua a Saturno em Capricórnio, o que tira a doçura da busca de harmonia nas relações que a Lua em Balança estimula. Mas como a Lua também faz sextil a Mercúrio e Vénus retrógrada se aproxima de um trígono a Marte em Aquário,  a cabeça e o coração sob controlo permitem conversa séria, realismo nas abordagens e a preparação do terreno onde queremos plantar sementes que transformem o que precisa de ser regenerado a partir da próxima Lua Nova de dia 7 em que o que temos e o que partilhamos deve entrar numa nova fase.

 

Anúncios