O dia pede total atenção aos detalhes mas a tendência para a dispersão é forte. Começa por termos dificuldade em exprimir claramente o nosso propósito, com Mercúrio em Peixes em oposição à Lua em Virgem. É a Lua neste signo que exige cuidado com os pormenores de organização e serviço, mas também acentua o risco de só olhamos para as folhas e não vermos floresta.  É preciso fazer listas mas também dar um título ao rol de afazeres.Depois da oposição a Mercúrio em Peixes em que o que dizemos ou planeamos pode estar longe da exigência de clareza de detalhe, a Lua faz oposição a Neptuno o que pode ser muito bom para a inspiração artística mas dificulta uma visão realista dos dados e traz conflito de ideias com uma quadratura simultânea da Lua a Marte em Sagitário. O que resolve tudo e traz no final bons resultados e assuntos arrumados é o trígono da Lua a Plutão e a Saturno em Capricórnio.  É um arranque de semana em que o sentido prático deve prevalecer sobre todas as diversões da mente para conseguirmos levar até ao fim o trabalho em agenda, vendo em simultâneo as folhas e as arvores e as arvores e a floresta e o nosso próprio lugar na ideia de mundo que queremos construir, com o Sol em Aquário em sextil a Marte em Sagitário.