Aberturas e volatilidades

Semana de 26 de Abril a 2 de Maio 2021

Não podemos ignorar os impactos desta semana. Aberturas, mudanças, surpresas, tensões e reviravoltas de agenda ou fortuna estão na agenda com os chamados astros pessoais- Sol, Lua Vénus e Mercúrio a activarem a quadratura entre Saturno e Urano que é o tema do ano em termos colectivos. Ou seja, esta quadratura entre Saturno em Aquário e Urano em Touro – que de forma mais ou menos exacta percorre 2021 e simboliza a ordem, restrições e responsabilidades que são impostas sobre a sociedade ,em fricção com o desejo de liberdade e impulso de adopção de novos valores – vai ser vivida de forma muito pessoal esta semana, em particular por quem tiver planetas no horóscopo entre os 10 e os 15 graus de Touro, Escorpião, Aquário ou Leão.

Há assim uma grande volatilidade esta semana a começar na segunda -feira com pelo meio-dia GMT, em Balança, em quadratura a Plutão em Capricórnio: desejamos paz equilíbrio nas relações mas há forças maiores que impedem que tal aconteça e é esse o mote para o tema da Lua Cheia em Escorpião, na terça feira que nos faz questionar intensamente o controlo que temos sobre o que está a mudar.

Esta Lua estará Cheia em Escorpião porque se opõe ao Sol em Touro. Aqui Sol e Lua representam a polaridade entre o desejo de domínio do outro ou do que são bens comuns e a fixação no que é seu e na defesa teimosa da estabilidade, segurança, valores palpáveis. Não só esta oposição nos faz balançar entre o “ter” e o “porque não ter” como as hipóteses de que tudo fique na mesma são poucas já que Urano e Saturno fazem parte do cenário. Aliás, o Sol toda a semana vai estar a fazer conjunção a Urano , exacta na sexta feira- e quadratura a Saturno, exacta no domingo. E a Lua, que começa a semana em quadratura a Plutão, vai acabar no domingo em conjunção a Plutão, mais um sinal de que as relações e os valores têm de ser encarados com flexibilidade dada a enorme perturbação existente que não permite que nos fixemos em nada senão na abertura necessária a uma nova realidade pessoal e colectiva.

De uma forma muito linear podemos ver nestes trânsitos o desconfinamento programado e os cuidados ainda exigidos, mas também o ímpeto de ir mais longe a as restrições existentes. Marte em Caranguejo tira-nos de casa e o Nódulo Norte em Gémeos em trígono a Saturno em Aquário torna mais fluidas trocas e comércio também facilitados pela conjunção de Mercúrio e Vénus em Touro- Mercúrio regente de Gémeos simboliza esse comercio a Venus em Touro a sua capitalização. É assim uma semana em que os negócios se fazem porque as situações t~em de mudar mas é também porque temos o impulso da mudança que os valores mudam – sempre sob os limites da quadratura de Saturno que pode também ser vista como o travão necessário ao excesso energético de Urano em Touro.

Usar a razão para dosear esta mudança de paradigma é gratificante quando chegarmos a domingo e Mercúrio em Touro fizer um trígono a Plutão conjunto à Lua em Capricórnio. Esse discernimento começa a ser chamado a intervir a partir da Lua Cheia com Mercúrio já em orbita de trigono a Plutão que entra retrógrado nesse dia. A alta finança, grandes corporações, ou estruturas de poder estarão desde este final de Fevereiro até Outubro em modo de revisão do que já conquistaram, até que Plutão entre directo no Outono e se retome o percurso transformação estrutural colectiva global -política e financeira -começado em 2020- na onda do Covid…

Rosita Iguana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: