Lua Nova na quarta – o arranque para os próximos três meses

Esta semana temos uma Lua Nova em Balança ao mesmo tempo que Plutão entra directo. Que parcerias, acordos, coligações ou regras nas relações é que se pretende definir? Os motores de mudança são postos em marcha mas ainda vai ser preciso ultrapassar algumas etapas até ao final do mês para termos mais segurança no rumo que as coisas estão a levar.

Essas etapas são o ingresso de Vénus em Sagitário a 8, o quarto crescente em Capricórnio conjunto a Plutão no dia 13, em que Saturno entra directo, a Lua Cheia em Carneiro a 20- dia a seguir a Mercúrio e Júpiter entrarem directos, o ingresso do Sol em Escorpião a 24 e o ingresso de Marte em Escorpião no dia 30.

Estamos assim na semana de Outubro em que se começa a desenhar a perspectiva do que se vai desenvolver nos próximos três meses – até que entremos em 2021 já com muito mais entusiasmo com Júpiter a chegar a Peixes, tal como já o vislumbramos em Maio passado.

É o signo da Balança que está em total destaque porque é nele que ocorre a Lua Nova na quarta feira e também porque é em Balança que estão Mercúrio retrógrado e Marte. O que isto nos diz é que os novos acordos não vêm do nada mas sim da necessidade de encontrar novas bases de entendimento porque há situações do passado que exigem rupturas estruturais, praticadas por Marte e desenvolvidas por Plutão a entrar directo, quadrado a Mercúrio na Lua Nova de dia 6, o que implica que não fica pedra por virar- aprofundar a lógica das relações, pessoais políticas ou financeiras, faz parte do exercício de mudança.

No dia a seguir à Lua Nova, a 7, Vénus entra em Sagitário- o que nos abre novos horizontes e traz optimismo – e a Lua entra em simultâneo em Escorpião o que ainda nos faz desejar controlar os processos, facto que rapidamente compreendemos ser impossível quando, a 8, não só o Sol está em conjunção exacta a Marte como a Lua em Escorpião -que Marte rege -se opõe a Urano em Touro- ou seja, sem valores novos, sem encontrar novas soluções, sem abrir mão não haverá as hipóteses de reorganizar nada quando Saturno entrar directo na semana que vem. .

No fim-de- semana, a 9 e 10, tudo se suaviza porque é no espírito, na leitura, estudo, viagem, abertura de horizontes que encontramos os equilíbrios desejados. Vénus e Lua em sextil a Saturno e d seguida a Lua em sextil a Júpiter sempre em sextis aos planetas em Balança, colocam sensibilidade e empenho na busca de soluções maiores que enquadrem o nosso propósito de vida.

Mas antes da Lua Nova na quarta e do que dela deriva, temos, esta segunda feira de atender aos detalhes pendentes com a Lua em Virgem a sugerir, pelo trígono a Urano e a Plutão, que se procurem respostas não conservadoras para os velhos problemas, mas também não confusas dada a oposição a Neptuno. E na terça, um trígono da Lua a Saturno cria o desejo de estabilizar as emoções e as questões familiares ou domésticas, estado de espírito fundamental para o que vamos investir de nós próprios na justiça das coisas, na Lua Nova de quarta feira, mesmo se houver turbulência… Depois veremos na Lua Nova de Janeiro 2022 em Capricórnio o que há a corrigir.

R.I 3/10/21

Desenho de Ghislaine Cortius

ASTROLOGIA ÀS SEGUNDAS- Aulas temáticas por Zoom

Próxima aula 4 de Outubro as 21 horas. Duração 1.30H

Inscrições limitadas- mail para rositaiguana@mac.com.

Cada aula 10 euros

APOIE

E se lê estes posts com regularidade, porque não apoiar o trabalho e os custos de manutenção do site?

CONTRIBUA AQUI PARA ESTE SITE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: