Energias para a Semana 10-17/10/21:O CARRO VII E O MUNDO / UNIVERSO XXI

Por Clara Days:

Ideias-chave: movimento com elevação; olhar para trás para seguir em frente; desapego e síntese final.

Enquanto ainda pesam na memória recente as energias mais paradas da Temperança e do Dependurado, vem o Carro anunciar movimento e o Mundo uma transição com maturidade. Será que é desta que desencalhamos? A energia do Carro é de desapego, celebrando o momento juvenil da partida de casa, em busca do próprio caminho. Há uma certa dose de mágoa, com feridas ainda por sarar, a empurrar esta partida, mas não deixa de ser na essência uma determinação optimista, um desejo de encontrar rumo por conta própria, cada um entregue a si mesmo.

Com o Carro, na sua viagem pela vida, o peregrino corta o cordão umbilical que o prende às origens, assinalando o último momento do primeiro septenário, que representa, no seu conjunto, o processo da construção identitária. Agora, sai da sua zona de conforto e abandona os apegos externos que até aí o ampararam, para se lançar na aventura de descobrir-se como pessoa independente, embora continue a carregar uma armadura de medos e mecanismos de defesa.

Se pensarmos nesta carta como uma rota no espaço, é um movimento para a frente, escolhendo caminhos ao longo do percurso. A cada encruzilhada é preciso controlar os cavalos e dirigir o Carro para o lado que, naquele momento, parece mais acertado. Assim, de escolha em escolha, segue o peregrino. Mas o Mundo, ou Universo, fala de um fim de viagem, da Grande Viagem. Vem aqui imprimir uma tónica paradoxal ao momento que vivemos, pois uma viagem não está ao mesmo tempo no seu princípio e no seu fim. Como conciliar atitudes tão díspares? Quando estamos no Mundo olhamos de cima e para trás. O caminho já foi percorrido, passámos os cabos de tormenta e boa esperança que a vida nos apresentou e podemos agora ver o percurso feito como um todo, onde emergem as aprendizagens e se dissolvem os detalhes e pequenos dissabores.

Há uma maturidade neste momento de conclusão que em nada se parece com a inexperiência em descoberta, característica do condutor do Carro. O momento é de culminação e resumo de crescimento. Agora, o peregrino está preparado para encerrar uma etapa e iniciar uma nova, mais elevada, progredindo em espiral na evolução do seu processo de consciência. Como pode estar ao mesmo tempo no seu Carro, em busca de caminho?

Parece, pois, que temos pela frente uma semana em que forças de progresso, mas contraditórias, nos empurram para a frente, enquanto nos viram para trás. O mais natural é que ora domine uma, ora a outra, podendo alternar-se, mas sobrepondo-se, às vezes. Do que dependerá a predominância de uma ou outra? Tenho em crer que da maturidade de cada um de nós, também das circunstâncias que atravessa, como é natural. Quem está capaz de desapegar? Quem está capaz de resumir o que aprendeu? Quem consegue escolher caminho, mas elevar-se acima dele? Desafios, desafios… É preciso saber gerir estes ventos de mudança, para que nos possamos dirigir para uma nova etapa.

Imagem : The Slow Tarot, de Lacey Bryant, 2019

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: