Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Vénus quadrada a Saturno

Quarta, 5/8/15- Não há outro remédio senão mudar….

O foco continua nas relações, o que esperamos dos outros, o que recebemos, o que temos para dar amorosa, criticamente, financeiramente e o que de mais profundo nos une ou separa. Desejamos que aconteça qualquer coisa que demonstre a validade dos nossos sentimentos e somos confrontados com situações que testam os limites. Desde o início da semana que, num crescendo, se sucedem factores de tensão cujo resultado final se deve traduzir numa transformação pessoal, sendo hoje e amanhã os desafios maiores à capacidade de mudar de forma construtiva tanto forma como se manifesta a energia pessoal como a forma como integramos a nossa interdependência em casa, trabalho, sociedade, nas estruturas de que fazemos parte a nível pessoal e colectivo. Com a Lua hoje em Carneiro conjunta a Urano e depois em quadratura a Marte em Caranguejo é necessário respirar fundo antes de disparar em todas as direcções. A tendência para a irritabilidade aumenta e a dificuldade em encontrar as soluções de compromisso desejadas também. A Lua faz bons aspectos a Mercúrio Vénus e Júpiter em Leão mas isso pode exacerbar o egocentrismo o que torna aumenta as disputas animadas pela quadratura a Marte. A reforçar a ideia dos limites á actuação narcísica, Saturno em Escorpião faz quadratura a Mercúrio, Vénus e Jupiter em Leão. Isto são testes fortíssimos à aceitação da realidade, dos constrangimentos das circunstâncias e não há lugar para responder aos desejos. No amor, no dinheiro, no sentido de identidade, há que agir de forma responsável- este o incontornável efeito da quadratura do planeta do Karma aos planetas da expressão, do desejo, da expansão. Depois do esfriar emocional a que esta quadratura obriga, estamos prontos para mudar- Plutão hoje e amanhã faz quincúncio ao Sol em Leão- resolvida a frustração, podemos rugir diferente…Dias fortes para  Obama nos EUA e para a Rainha Isabel em Inglaterra, ambos a celebrar aniversários ontem, dia 4…

A tela é do pintor norueguês Christian Krohg, 1852-1925

astro_w2gw_66_carta_do_dia.64308.7260

Christian-Krohg-Toalett

Segunda, 1/7- Abrir mão e mudar de hábitos

A semana e o mês começam com o dedo na ferida do que tem de ser mudado ou com o alívio de quem vê andar para a frente as transformações em que apostou. Seja qual for o nosso sentimento a situação é a mesma: é tempo de deixar para trás velhas estruturas que constituíam a nossa base de segurança e adoptar novas regras a longo prazo que envolvam nova partilha de responsabilidades. Deve-se isto à oposição hoje e amanhã do Sol em Caranguejo a Plutão em Capricórnio, que nos submete a crises imensas ou dá a força de mover montanhas.  Há que abrir mão e encorajar novos protagonismos e usos do poder.

Tal como ontem e ainda amanhã Vénus em Leão está em quadratura a Saturno em Escorpião e há que fazer contas ao dinheiro, ao amor e ao modo como usamos o palco da vida. Não há dramatismos que contrabalançem a necessidade de esforço, razoabilidade e limites da organização conjunta de poderes, ou peso das hipotecas financeiras ou emocionais.  Com este aspecto há que refrear espontaneidades e com Mercúrio retrógrado quadrado à Lua vamos ainda ter de discutir cada iniciativa.

Um trígono ao final do dia de Vénus a Neptuno, ao mesmo tempo que a Lua entra em Touro suaviza a frieza e tensão e permite sonhar com ideais românticos de vida ou de sociedade que desejariamos ver concretizados.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.32939.14815

Domingo, 10/2- Lua Nova, impulsos e revisões de orçamentos

Domingo de Lua Nova em Aquário,  abre-se novo ciclo emocional sobre a nossa participação em sociedade, a importância dos grupos, a nossa contribuição para a difusão de ideias no mundo, desde a vizinhança até ás redes cibernéticas, simbolizadas por Aquário e pela ação de Urano seu regente.

Este ciclo abre também com o impulso vigoroso de uma quadratura de Marte em Peixes a Júpiter em Gémeos cujo principal desafio é o controlo dos conflitos interiores, zangas externas e ímpetos seja de agressividade, seja de indulgência, e atenção ainda porque Marte em Peixes pode estimular comportamentos passivo-agressivos e Júpiter em Gémeos dramatiza a sua expressão.  Vale-nos

Mercúrio em Peixes conjunto a Quíron  que ajuda a que haja diálogo e alívio de situações delicadas ou dolorosas.

Por fim, desde ontem, hoje e amanhã um semi-sextil de Vénus em Aquário a Plutão em Capricórnio e uma quadratura de Vénus a Saturno em Escorpião obriga-nos a rever orçamentos e relações, criando novas estruturas de dependência e controlo em que as finanças são chave. Como coincide com a Lua Nova no mesmo signo de  Vénus, em Aquário, o dar e haver em sociedade, as quotas para o grupo, ou os contributos para orçamentos comuns têm pela frente um novo ciclo, como se vê pelas notícias dos resultados da cimeira da União Europeia. 

 

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.30327.18464

Domingo, 2/9- Antecipar segunda-feira

Apesar de ser domingo não é dia de descanso. A Lua entra em Carneiro depois de almoço GMT e há que preparar a semana, deixar para trás sonhos e fantasias e encarar a realidade. Pela manhã, e até ao almoço, são favorecidas todas as iniciativas domésticas e familiares com a Lua ainda em trígono a Vénus em Caranguejo.  Pela tarde ao mudar de signo aproxima-se da quadratura de Urano a Plutão e podemos já antecipar o que nos espera segunda feira no que respeita a necessidade de nos libertarmos de carências ou prisões antigas e mesmo com dificuldade transformarmos as estruturas que nos regem ou que partilhamos em família ou sociedade. Mercúrio continua oposto a Neptuno e é difícil evitar confusões, esquecimentos ou simplesmente darmos atenção ao que não precisa e esquecermos o essencial. As comunicações, viagens, contas e aprendizagem estão salientadas neste aspecto.

Vénus quadrada a Saturno reforça o peso das circunstâncias, como temos de ouvir os outros e como questões amorosas ou financeiras estão longe de ser ligeiras. Olhar para trás para avaliarmos o que correu mal e pode ser mudado é uma boa forma de encararmos este trânsito de correção dessas áreas.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: