Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Categoria

Artigos

Segunda, 3/10/16 – Mais e melhor? – Só com diálogo…

Podemos começar a semana empenhados em melhorar, regenerar, controlar as situações de que dependem as nossas emoções, finanças ou sentido de posse. Para o fazer precisamos de Continue reading “Segunda, 3/10/16 – Mais e melhor? – Só com diálogo…”

Anúncios

A Lua em 2016

2016- A dança dos Planetas nos signos- algumas previsões

É impossível dizer com seriedade o que vai ser o ano para cada signo porque são muitos e complexos os aspectos que ao longo dos meses afectam não só o Sol como todos os planetas e ângulos com que se desenha uma carta astral. As generalidades que se podem afirmar têm geralmente como âncora o Sol ou os signos em relação aos quais vemos como se aplicam os movimentos dos Astros. O exercício que se segue é por isso redutor e tem como perspectiva as constelações do Zodíaco e posições solares mais afectadas em 2016 pelos aspectos duros- conjunção, oposição, quadratura- dos trânsitos dos planetas lentos. Se o seu aniversário se encaixar nas datas abaixo enunciadas, poderá ter uma ideia de alguns dos desafios em jogo mas uma visão mais clara do ano requer necessariamente o conhecimento do resto da carta astral, progressões, etc..

Sob a influência de Plutão- as grandes transformações

Os Capricórnios dos primeiros dez dias de Janeiro, os Caranguejos dos dez primeiros dias de Julho, os  Carneiros dos 10 primeiros dias de Abril e os Balança dos 10 primeiros dias de Outubro são quem mais flexibilidade terá de ter para enfrentar as grandes revoluções que Plutão lhes pode provocar. Ao longo de todo o ano de 2016, …… Continue reading “2016- A dança dos Planetas nos signos- algumas previsões”

ISIS- Os céus da organização e do Califado

De Jihad local a perigo internacional

Em 1999 chamaram-se “Organização do Monoteismo e da Jihad”. Eram um grupo de origem jordana aberto a militantes fundamentalistas islâmicos sunitas salafitas de outros países árabes que tentaram depôr o rei da Jordânia e alargaram a sua actividade contra a presença dos Estados Unidos no mundo árabe que começaram por combater no Afganistão.
Em 2004 aliaram-se à Al-Quaeda no Iraque. Em Janeiro de 2006 integraram outros grupos insurgentes sob o nome de “Conselho Mihahideen Shura”.
A 13 de Outubro de 2006 anunciaram a criação do Estado Islâmico do Iraque, ISI, juraram libertar o Iraque da opressão shia e restaurar a glória de Allah na linha sunita salafita. A 9 de Abril de 2013 alargaram a sua base operacional para a Síria e adoptaram o nome de Estado Islâmico do Iraque e do Levante ou Al—Sham- ISIS.
A 29 de Junho de 2014 estabeleceram um governo nos territórios que controlam e declararam o seu alargado estado islâmico, um Califado, na antiga tradição. Al Baghdadi é o Califa. Controlam um território vastíssimo, estão equipados com armamento sofisticado incluindo material americano capturado no Iraque. Têm financiadores privados nos estados islâmicos sunitas como os whaabitas do Quatar e a Arábia Saudita e ganham cerca de 1 milhão de dólares por dia da venda de petróleo de poços capturados no Iraque, diz-se que por intermediários curdos. Torturam, matam, esfolam, decapitam, violam, pilham,…… Continue reading “ISIS- Os céus da organização e do Califado”

Anjos, estrelas, planetas e a nova lógica de chefia: Júpiter entra em Virgem em conjunção a estrela Regulus

Há quatro estrelas nos Céus que são desde sempre olhadas pelos astrólogos como sinais de particular relevo, associadas ao sentido de orientação, a qualidades, a Anjos ou aos quatro Cavaleiros do Apocalipse. São as chamadas “Estrelas Reais”: Aldebaran, a 9 graus de Gémeos, a estrela do Oriente, ligada ao Anjo Miguel; a estrela Antares a 9 graus de Sagitário, a olhar o Ocidente, ligada ao Anjo Uriel; a estrela Fomalhaut a 3 graus de Peixes, a olhar o Sul, ligada ao Anjo Gabriel; e Regulus, agora a 0 graus de Virgem, estrela do Norte ligada ao Anjo Rafael. Chamam-se estrelas fixas devido à extrema lentidão do seu movimento de precessão: avançam 1 grau cada 72 anos. Claro que não saem da constelação de que fazem parte, respectivamente Aldebaran o Touro, Antares o Escorpião, Fomahault o Peixes e Regulus o Leão. É apenas pelo movimento de precessão que podemos dizer que estão noutro registo. Assim, quando mudam de signo, o impacto simbólico é tido como digno de interpretação. Continue reading “Anjos, estrelas, planetas e a nova lógica de chefia: Júpiter entra em Virgem em conjunção a estrela Regulus”

Neptuno em Peixes de 2012 a 2025- Parte II

2012-2025 

Que esperar deste novo ciclo de Neptuno em Peixes? Que se pode dizer mais concreto do que novas esperanças, novas ilusões?

Se olharmos para os ciclos anteriores ilustrados na Parte I deste artigo, encontramos um padrão de formação e declínio de impérios com expansão territorial e marítima,  a origem e expansão de valores idealizados de riqueza, o nascimento e propagação de ideais religiosos e filosóficos.

Mitos imperiais

É de referir em particular o império Otomano cujo poderio marítimo sobre as rotas do Sul e Oriente foi determinante. Fundado por Osman, tem por raíz o “Sonho de Osman”, um mito de fundação em que o jovem Osman foi inspirado à conquista por uma visão profética do império (de acordo com seu sonho, o império é uma grande árvore cujas raízes espalha por três continentes e seus ramos estão cobrindo o céu). Os auges ou quedas dos impérios espanhol, inglês e russo também têm uma correlação com Neptuno em Peixes.

Mitos de riqueza

Vemos também um padrão de ilusão ou mitificação financeira onde sobressai o ouro trazido por Cortes da América do Sul e que desequilibra a economia europeia em favor da espanhola e assistimos ao nascimento do dólar. Dólar e ouro, são referências de riqueza que tanto sangue fizeram, fazem correr. Aqui podemos também incluir o petróleo, regido por Neptuno, os petródolares e a fantasia da riqueza a eles associada. Continue reading “Neptuno em Peixes de 2012 a 2025- Parte II”

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: