Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Lua cheia em Escorpião

Segunda, 4/5/15- Lua ao rubro para Maio de teste à paciência.

A semana arranca intensa, sob uma Lua Cheia em Escorpião que procura formas radicais de exprimir as paixões. Por paixão leia-se todos os sentimentos viscerais, amor, ódio, medo, desejo, cíume, revolução em que o não controlo das situações e a pulsão de segurança se enfrentam na oposição da Lua ao Sol em Touro, numa tensão exagerada ainda pela quadratura que Sol e Lua fazem a Júpiter em Leão. Resultado, o Eu torna-se desmedido e se não nos controlarmos a nós próprios em vez de estarmos numa fúria para controlar os outros, arriscamos-nos a criar situações potencialmente violentas com Saturno em Sagitário em sesquiquadrado a Urano em Carneiro, uma verdadeira panela de pressão em que o desejo de liberdade, fuga ou inovação está condicionado a princípios orientadores, regras de desenvolvimento ou leis eternas. Como a Lua também activa por quincúncio e sextil Urano e Plutão, as consequências de tanta agitação são a semente da nova etapa do processo de transformação em curso. É preciso ver que sementes regamos. Olhando para o resto do mês, é preciso ter em conta que de 18 a 30 Mercúrio vai estar retrógrado em Gémeos em quadratura a Neptuno em Peixes o que não dá garantias de nada- tudo é possível e impossível. Por volta de dia 14, Marte vai estar oposto a Saturno o que se traduz por conflitos sérios sobre o caminho a tomar, mais complicados ainda porque ocorrem na retrogradação de Mercúrio em que nada é seguro. Por isso, a intensidade de hoje vai ter de se ajustar ao desenrolar de um mês em que, apesar do desejo de segurança com o Sol em Touro, ajustarmo-nos a imprevistos, saber esperar e não combater moinhos de vento são as únicas atitudes que nos salvam da frustração ou zanga.

Imagem- Lua Cheia- NASA
astro_w2gw_75_carta_do_dia.56234.55832

1428147685408.cached

Domingo, 3/5/15- Resistir ou mudar?

Na próxima madrugada temos a Lua Cheia em Escorpião, oposta ao Sol em Touro, fazendo-nos sentir divididos entre o que temos e o que há que ceder, entre a segurança e os processos de transformação, entre o ego e as emoções, entre o que é nosso e o que é dos outros, entre o que controlamos e o que desejamos controlar, entre a consciência dos valores e o medo de os perder. Todo o dia, a Lua avança pelo Escorpião, aproximando-se da oposição ao Sol, tornando tudo mais intenso, estimulando sentimentos passionais em que o domínio das situações é o mais importante. O que vamos mesmo ter que controlar são as palavras e os pensamentos que não tiverem fundamento. A superficialidade não é permitida com Mercúrio em Gémeos em oposição a Saturno em Sagitário e assim, no contexto da Lua Cheia, para equilibrarmos o ter e o haver, há que reflectir e estar pronto a rever posições para que as mudanças sejam favoráveis. O trígono da Lua a Neptuno durante a tarde GMT dá-nos a esperança ou a ilusão de que o que sonhamos é o que nos vai fazer evoluir, que a inspiração, intuição, criatividade nos vão salvar e é com essa compreensão profunda que avançamos para encarar o máximo de tensão entre a Luz e a Sombra, entre a energia vital e as carências, simbolizadas pela Lua em oposição ao Sol, nesta Lua Cheia de Escorpião. Só com flexibilidade  ultrapassamos as resistências. Só depois de bem pensar é que dominamos estratégias a longo prazo.

A tela é da pintora norte-americana Alice Neel, 1900-1984

astro_2gw_75_carta_do_dia.66263.23043

Picture 15

Quarta, 14/5- Lua Cheia de confrontos e mudanças

Queremos mudar, não conseguimos mudar tudo o que queremos, há que negociar forte, garantir a segurança, ter cabeça fria, sentido de responsabilidade e estar pronto a abrir mão do passado para ganhar no futuro. Melhorar as condições em casa, em família, na nação, nas relações, nas finanças ou no mando, é o que está em causa hoje. O desejo de dominar a situação é intenso os limites não podem ser ignorados e há que estar preparado também para golpes de sorte ou azar enquanto apostamos que tudo vai correr bem. Sentimos na pela a  oposição entre a necessidade de manter a cabeça fria e a vontade de ter chão sólido para pisar, sem cedências-  tudo isto são ilustrações possíveis dos trânsitos deste dia de Lua Cheia em Escorpião e não só….
De facto, são muitos e fortes os aspectos hoje e complexo o resumir da sua interacção. Trata-se certamente de um dia em que vamos sentir bem a diferença entre o que nos move e as posições alheias e estamos assim divididos porque algo acontece que nos leva a uma nova fase de relacionamentos amorosos, profissionais, políticos, contratuais ou financeiros em que temos de abrir mão de garantias passadas e procurar novas bases de segurança familiar, doméstica, nacional, cheios de boas intenções mas limitados pelas circunstâncias ou poderes maiores. A Lua está cheia em Escorpião, oposta ao Sol em Touro, daí o confronto entre o querer materializar e a dependência das posições dos outros para o fazer. A Lua em Escorpião é intensa, passional, quer controlo total das situações, não arrisca perder e é a mais defensiva, corroendo-nos as entranhas com sentimentos profundos, pulsões e respostas instintivas de defesa muitas vezes contrárias ao que de facto se deseja. Esta Lua está hoje conjunta a Saturno e trígono a Júpiter o que aumenta a complexidade emocional já que a conjunção a Saturno traz o peso das obrigações a respeitar e a pressão externa que nos impede de exprimir ciúme, medo, paixão ou qualquer sentimento visceral. Por seu lado, o trígono da Lua a Júpiter em Caranguejo enche-nos à partida de pensamentos positivos que vão sofrer o balde de água fria de Saturno ou pelos menos têm de ser cuidadosamente reformulados tendo em vista as circunstâncias. Como pano de fundo, Plutão, o regente de Escorpião está em Capricórnio a obrigar o mundo inteiro a re-estruturar poderes e hipotecas e tudo o que nos organiza e de que dependemos no longo prazo. Plutão e Urano em Carneiro estão ainda em quadratura desde a Lua nova e eclipse de Touro do final de Abril e Vénus está hoje conjunta a Urano, quadrada a Plutão, a empurrar-nos para novas situações, relações, finanças e acordos, de forma fogosa ou no mínimo muito intensa. Isto acontece em simultâneo com a Lua Cheia o que reforça o potencial de tumulto interior e transformação exterior. Como Mercúrio em Gémeos faz um quincúncio a Plutão, os processos de comunicação ou negociações vão ter um papel importante neste dia que cristaliza tanto do que se tem vindo a desenrolar. Um quincúncio é a combinação de uma quadratura e de um sextil o que significa que se formos ao fundo das questões a debater ou negociar, não deixarmos pedra por virar nem moeda por negociar temos a oportunidade de avançar com as mudanças a que os trânsitos de hoje incitam .

A tela é do pintor veneziano Tiziano 1488–1576 e representa Francisco I rei de França e o Sultão Otomano Suleiman pintados originalmente em telas separadas.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.55601.10514

Terça, 13/5-Muito que controlar em vésperas de Lua Cheia

Em vésperas de Lua cheia em Escorpião redobra já a intensidade emocional e o desejo de tudo controlar, nas relações, nas contas, no poder que se tem de partilhar. Os conflitos que surgirem vêm de sentirmos que estamos a perder a mão mas há que pensar bem no progresso havido desde os eclipses de 15 e 29 de Abril, para vermos o que foi conquistado e aceitar o que temos de largar. Apesar da tensão, o optimismo hoje ainda reina já que projectamos melhores circunstâncias domésticas, mais segurança emocional ou a esperança de um país á medida dos sentimentos nacionais tudo para resolver velhas questões ou insatisfações pendentes, graças ao trígono da Lua a Júpiter em Caranguejo e a Quíron em Peixes.

A compreensão sobre as aspirações que nos movem e o sonho de que a todos beneficiam começa com o trígono prévio da Lua a Neptuno em Peixes que nos faz seguir fantasias e ideais e perceber o que é Luz e o que é Sombra. Depois há que optar, fugir da compulsão e procurar soluções que integrem todas as partes envolvidas e isto é o mais difícil porque Vénus avança para a activação da quadratura de Urano a Plutão e relações e dinheiros, paixões e poderes, desejos e dependências vão ter que levar uma re-orientação – há que estar pronto para as mudanças que a Lua Cheia ilumina.

A tela é do pintor inglês do século XX Francis Bacon que disse ” Procuro um qualquer controlo na vida através da minha pintura. É um desejo de dar algum sentido à desordem da vida”.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.60134.4186

Sábado, 5/5- Lua em cheio no que há que mudar

Este é o fim de semana para deixar de fumar, começar uma dieta, acabar com uma má relação, abandonar hábitos decadentes, limpar os armários, reciclar o lixo e ir ao fundo das coisas para eliminar o que já não serve os nossos propósitos. Mas não são só as relações ou a decoração da casa que podem levar uma grande volta. A nossa atitude emocional, as pulsões em geral e também as nossas finanças são o palco de potenciais transformações profundas, em sintonia com o que idealizarmos e a caminho da regeneração que temos vindo a ser obrigados a fazer na estrutura da nossa vida pessoal, económica, social e também nas alterações políticas em curso.

Este cenário de grande desejo de mudanças deve-se à Lua cheia em Escorpião, naturalmente oposta ao Sol em Touro, em trígono a Neptuno em Peixes e sextil a Plutão em Caprícónio.  Trata-se de uma super Lua cheia, a maior e mais próxima da Terra de todas as Luas cheias que ocorrem este ano. Parece quase 15 por cento maior do que as outras e também 30 por cento mais brilhante – se o tempo permitir a visibilidade. As Luas cheias representam o culminar de situações relacionadas com os signos envolvidos. O que é nosso e o que partilhamos, seja no plano fisico, mental, material ou do transcendente é o que está em causa no eixo Touro/Escorpião. Compreender as nossas pulsões de controlo sobre o que possuimos ou temos em comum e libertarmo-nos de dependências, transformando a nossa realidade é o que é possível com esta Lua cheia.

O diálogo necessário trará à superfície as questões mais sensíveis e que causam dor. É preciso ter não deixar que o impulso de Mercúrio em Carneiro cause feridas maiores já que a zanga e dor são potenciadas por uma semiquadratura do planeta da comunicação a Quíron em Peixes.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: