Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Marte conjunto a Plutão

Sábado, 24/11- É possível mas dá trabalho…

Tudo parece estar interligado e interdependente. Qualquer ideia nova precisa de muito debate, o debate obriga a conversas profundas, estas levam a transformações na forma como tudo está organizado e acabamos por ter de nos submeter a planos de longo prazo que queremos acreditar serem a resposta ideal. Não quer dizer que isto seja fácil e, de facto, as circunstâncias são pesadas. Tudo exige esforço e os avanços são lentos. Mas a determinação garante que o processo seja bem sucedido, desde que não esperemos os resultados para amanhã. Simbolicamente isto é a ilustração do  Sol em Sagitário, trígono a Urano em Carneiro oposto a Júpiter em Gémeos, com Mercúrio em Escorpião e Marte conjunto a Plutão em Capricórnio em receção mútua a Saturno conjunto a Vénus em Escorpião.

A Lua em Carneiro pede programas diferentes, iniciativas originais e, em sextil a Júpiter em Gémeos, muita conversa, contactos, passeios e estímulos. O quincúncio a Mercúrio em Escorpião remete-nos para a necessidade de ir ao fundo das questões e tentar entender os jogos de poder em que estivermos envolvidos.

Sexta, 23/11- A urgência de mudar

Impaciência e irritabilidade ou entusiasmo contagiante são as duas vertentes possíveis  em que podemos viver os trânsitos de hoje. É díficil manter o controlo e não se deixar dominar pelos impulsos. O que quer que seja que estiver estagnado ou represente limites impossíveis de sustentar tem hoje mais do que nunca hipóteses de ser transformado. É tempo de ação, evolução e o que é fundamental é ser capaz de canalizar as fúrias para processos produtivos.

No céu é a Lua em Carneiro conjunta a Urano, quadrada a Marte a e Plutão e por sua vez Marte que activa a quadratura de Urano a Plutão que dão o mote na terra para essa energia e urgência de inovação, transformação das estruturas, rutura com o passado.

O Sol em Sagitário em trígono nos próximos dias a Urano em Carneiro sextil a Vénus conjunta a Saturno em Escorpião reforça o sinal de que é tempo de abrir novos caminhos que resolvam as dificuldades nas relações pessoais, de poder ou financeiras que necessitam revisão.

Se não resistirmos ao vendaval, até podemos ter algum optimismo quanto ao rumo que as coisas vão levar. Rejeitar a mudança, pelo contrário pode ter consequências mais dificeis…

Domingo, 18/11- Diálogos pela paz, investidas independentes

É preciso hoje encontrar meios pacíficos para resolver crises, pessoais ou colectivas, avançar com processos de regeneração profunda ou conseguir tréguas mesmo guerras abertas. Vénus em Balança em semi-sextil ao Sol e ao Nódulo Norte em Escorpião é o aspecto de pode promover um diálogo apaziguador.  Com a Lua em Aquário, a partir do meio dia GMT, é nos grupos que procuramos ecos para esse desejo de paz e equilíbrio. Estamos abertos a novos métodos, ideias ou propostas progressistas e as reações tendem a ser mais racionais e menos emotivas. Em simultâneo podemos também ter o mundo inteiro a olhar para nós e essa Lua representar simbolicamente a vulnerabilidade às reações externas.

Mas estes aspectos de Vénus e mesmo o sextil da Lua a Urano não abafam a crescente violência promovida por Marte em Capricónio que desde há três dias avança lentamente e ate ao fim do mês para uma conjunção a Plutão e quadratura a Urano.  Usada em proveito de transformações profundas que a todos beneficiem ou usada radical e únivocamente em processos de afirmação pessoal ou bélico esta energia, pelo sextil a saturno em Escorpião, leva a que se corram riscos para levar a cabo as mudanças de vida que desejamos ou defendemos. A vontade de fazer algo de único, revolucionário e que deixe marca tem de ser bem avaliada antes de passarmos à execução de planos ímpetuosos.

Sábado,17/11- Guerras abertas e orçamentos fatais

Podemos hoje pensar que há soluções que a todos satisfaçam ou sonhar com triunfos sobre a matéria. Também podemos ir para a guerra convencidos que só os nossos ideais são válidos. Assistimos, desde que Marte entrou em Capricórnio –  e se prepara para ativar ao grau exato no fim do mês a quadratura de Urano a Plutão –  à abertura do novo conflito bélico entre Israel e o Hamas. O sextil de hoje de Marte a Neptuno em Peixes dá o mote para guerras santas. Alinhar o  material com o espiritual, a ação com a idealização ou ver no uso da força uma oportunidade divina são manifestações deste aspecto a que se alia um sextil crescente de Marte a Saturno em Escorpião  que reforça  o potencial de organizações bélicas ou de mudanças nos poderes estabelecidos.

Mercúrio conjunto ao Sol e ao Nódulo Norte em Escorpião hoje e amanhã obriga a diálogos profundos sobre as posições e sentido de futuro em tudo o que Plutão rege, -sexo, finanças, heranças, guerras, morte e transcêndencia  – e que Marte impulsiona. O foco neste momento é  a ação contra as estruturas de poder político e financeiro. É possível com este aspecto, não só guerras abertas como a queda de governos por razões orçamentais e a crise das finanças globais pode fazer novas vítimas. Todas as comunicações tomam também um tom mais fulcral.

O semi-sextil deste Sol, Mercúrio e Nódulo Norte a Vénus em Balança traduz a continuação de um diálogo pela paz e equílibrio das relações pessoais, diplomáticas ou financeiras regidas pela Balança em que a razão e a emoção têm a oportunidade de ser ouvidos.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: