Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Sol em Virgem

Domingo, 23/8/15- Voar alto, pensar bem, fazer melhor

Analisar informação, escrever, arrumar todo o tipo de assuntos e apostar na eficiência para prestar o melhor serviço possível é o que anuncia hoje a entrada do Sol em Virgem e a aproximação a uma conjunção a Júpiter nos próximos dias.  Neste domingo, a  Lua em Sagitário – que Júpiter rege, – em quadratura ao Sol e a Neptuno leva-nos a desejar voos maiores do que os detalhes em que o Sol e Júpiter se concentram e a sentir a tensão entre o que é bom para todos e o que é apenas a verdade pessoal. É como se o sentido critíco se abatesse sobre as aspirações e pusesse em causa os sonhos e ideais. Mas também pode ser a maneira de concretizarmos em grande detalhe uma qualquer obra que corresponda ao sentir das coisas, depois de afastadas as ilusões que toldam o julgamento correcto. Podemos conseguir ter a percepção do todo e agir no detalhe graças ao trígono da Lua a Marte em signos de Fogo que em simultâneo impele à acção. Com o Sol conjunto à estrela Regulus o sucesso vem da capacidade de prestar bom serviço e da dedicação ao discernimento.

A tela é do pintor holandês da Idade de Ouro Gerrit Dou- 1613-1675 e chama-se ” O Astrónomo à Luz da Vela”

 

astro_w2gw_66_carta_do_dia.68907.28621

gerrit-dou-astronomer-by-candlelight

Sábado, 23/8- Tomadas de consciência

O Sol entra hoje no signo da Virgem e está na hora de começar a tratar de organizar a vida, questões administrativas, saúde, o serviço a fazer, os detalhes que fazem a diferença. No entanto, podemo-nos ficar por pensamentos preparatórios durante o fim de semana já que, só quando a Lua fizer conjunção ao Sol na Lua Nova de Virgem de dia 25, é que abre esse ciclo de trabalhos de ordenamento e ligação dos elementos que nos dão a sensação de preenchimento e de que estamos a fazer o que é certo. Até à Lua Nova, esta transita o Leão e hoje, uma conjunção a Júpiter e a Vénus leva-nos a estar mais preocupados com a satisfação ou bem estar pessoal do que com o serviço colectivo. Antes que as emoções esfriem podemos ainda este fim-de semana aproveitar para resolver velhas feridas e curar insatisfações graças ao trigono de Marte em Escorpião e ao semi-sextil de Urano em Carneiro a Quíron em Peixes. É tempo de perder os medos de afirmação face à potencial rejeição e é tempo de fazermos as coisas ao nosso modo, pondo fim a padrões de comportamento, dependências e receios que só reforçam a insatisfação. Hoje e amanhã com a Lua em Leão é mais fácil tomar consciência de quem somos e como reagimos emocionalmente para depois da Lua Nova, com menos ego à mistura nos tornarmos mais úteis e eficientes.

A tela é de Marc Chagall

astro_w2gw_125_carta_do_dia_hp.63400.50713

 

Sexta, 22/8- Impulsos e responsabilidades

Podemos sentir-nos hoje como dentro de uma panela de pressão, com energias explosivas contidas por auto recriação ou moldadas por factores externos. Seja como for, os impactos a longo prazo têm de ser tomados em consideração com Marte conjunto a Saturno em Escorpião, em quincúncio a Urano em Carneiro. Aliás, todo o fim de semana vamos estar sob a influência deste aspecto que nos leva a querer abrir caminhos, atingir objectivos, ganhar poder, usar métodos diferentes, mesmo radicais para levar por diante a vontade e tudo isso sujeito à necessidade de cuidadosamente estruturar as acções tendo em conta limites actuais e consequências futuras. Não fosse a conjunção de Marte a Saturno a impulsividade poderia ser problemática devido ao quincúncio a Urano – sendo assim haverá uma certa dose de frustração para quem não consiga encontrar um equilíbrio entre a vontade cega e o respeito das convenções. Toda esta energia vem na sequência da activação por sucessivos planetas da quadratura de Urano a Plutão que dura até 2015. De encruzilhada em encruzilhada, o mapa astral leva-nos gradualmente a deixar para trás velhos paradigmas, insatisfações e estruturas, tanto a nível pessoal como colectivo. O mundo será outro do ponto de vista da organização política e financeira depois de 2015 e essas mudanças terão impacto individualmente para além da forma como essas quadraturas se refletem nos horóscopos pessoais. Hoje, com a Lua primeiro em Caranguejo e depois da 22 horas GMT a entrar em Leão, começamos por ansiar segurança familiar para de seguida as chamadas de atenção se tornarem o foco das emoções. No entanto, é mais uma fase que termina. Amanhã o Sol entra em Virgem e dia 25 temos a Lua nova nesse signo de serviço, organização e detalhe. Vai estar na hora de recomeçar a trabalhar….

 

astro_w2gw_125_carta_do_dia_hp.63386.49376

Quinta, 13/9- Tensão, excessos, análise e saídas airosas

Excitação, irritação, impetuosidade, necessidade de acção ou de responder a desafios são hoje emoções potentes cujo resultado deviamos tentar analisar antes de nos deixarmos ir atrás de pulsões. É o quadrado da Lua em Leão, a Marte em Escorpião, que estimula uma expressão dramática das carências individuais num desejo de reformar situações financeiras ou colectivas que não reconheçam as diferenças.   É preciso não esticar a corda, não ir além das possibilidades reais, nem atrás de falsos estímulos. O quincúncio de Marte em Escorpião a Júpiter em Gémeos pede o reconhecimentos dos motivos, objectivos e capacidades antes de embarcarmos em situações que terão maus resultados sem essa honestidade.

Todas as dificuldades e insuficiências de sempre que abalam a nossa vitalidade, e com que ontem novamente nos confrontamos devido ao contraparalelo do Sol em Virgem a Quíron em Peixes são hoje objecto de analise já que Mercúrio toma o lugar do Sol nesse mesmo aspecto, pondo agora o foco no processo mental de descoberta da raíz do problema para que possa ser sarado.

Na senda do trígono de ontem de Vénus em Leão a Urano em Carneiro, podemos ainda hoje esperar belas oportunidades, surpresas e a possibilidade de nos libertarmos airosamente de situações  debilitantes.

Sexta, 31/8- Lua Azul: um mar de emoções, revisão da matéria, fim das vaidades

É uma Lua Azul, a Lua Cheia de hoje, fenómeno pouco frequente, ocorre apenas uma vez cada dois anos e sete meses, quando no mesmo mês temos duas Luas Cheias. Esta Lua Azul acontece conjunta a Neptuno, o planeta das águas, das emoções e dos estados alterados de consciência e conjunta a Quíron regente das dores fundas que buscam alívio e cura. Com a Lua Azul, Neptuno, e Quíron conjuntos em Peixes não há grandes dúvidas quanto à carga emocional do dia- tudo é emoção, vivemos uma hiper-sensibilidade, somos a música, o espírito, o universo, o que quisermos ser, de preferência sem recurso a alcool nem drogas…. O amor e fantasia também fazem parte do quadro.

O que fica hoje exacerbado é o contraste entre a pulsão de análise critíca, de organização de detalhes ou miudezas, ou ordem burocrática dos serviços a prestar e idealismo, misticismo ou sentimentos de fusão amorosa ou universal, porque a Lua, ao estar cheia em Peixes opõe-se necessariamente ao Sol em Virgem.  Encontrar o equilíbrio entre a árvore e a floresta ou entre a gota de água e o oceano, é o grande desafio deste aspecto.

Nessa busca de equilíbrio,  joga ainda a sesquiquadratura do Sol a Vénus em Caranguejo que torna difícil harmonizar independência e dependência, egocentrismos e generosidade amorosa, solidão e familía.

A chave está em dizermos a verdade que sentimos interiormente, mesmo que seja para ser atacada e regenerada, livre de narcisismos ou soberbas, nesta Lua Cheia e nos próximos dias. Mercúrio em Leão faz quadratura aos Nódulos Lunares recentemente entrados em Escorpião e a criatividade ou individualismos têm de ser depurados de vaidades.

É uma Lua Cheia perfeita para abrir o espírito, rever a matéria, regenerar o todo. Curiosamente, a próxima Lua Azul ocorre em Julho de 2015, no final da série de quadraturas de Urano a Plutão que tiveram inicio em Junho deste ano e que hão de regenerar o sistema politico/financeiro em crise desde que Plutão entrou em Capricórnio em 2008.

Quinta, 23/8- Agita-se a vontade, aposta-se na mudança

Deixamos de ter a pulsão de procurar acordos para passarmos a tomar as rédeas da acção e regeneração mesmo que isso obrigue a golpes, alianças secretas ou mesmo subversões. Marte deixou o signo da Balança e entra hoje em Escorpião, seu domicílio, onde vai ficar até 6 de Outubro, data em que Saturno, agora nos últimos graus da Balança, entra ele próprio em Escorpião.  Ou seja, daqui até Outubro podemos ainda sentir os limites que os outros impõem ou querem exercer sobre a nossa vontade de acção transformadora. A partir de Outubro torna-se forçoso, para todos, reorganizar estruturas partilhadas e para tal temos de contar com o exercício de novas ideias, estimulado por Marte que, no início de Outubro, sai de Escorpião e entra em Sagitário. Em termos económicos Saturno em Escorpião, depois de 6 de Outubro, abre um  período de cerca de dois anos de recessão em que temos de nos organizar com parcos recursos. Até lá,  Marte em Escorpião vai abrir caminho e mostrar que não há acordos possíveis que evitem a tal  nova organização financeira.  Quando Marte entrar em Sagitário, em simultâneio com a entrada de Saturno em Escorpião, teremos ideia de como proceder.

No entanto, nada é hoje ainda suficientemente claro. A pulsão de Marte em Escorpião existe para nos fazer querer agitar tudo e todos mas o propósito é vago ou demasiado idealizado porque o Sol em Virgem se opõe a Neptuno em Peixes fazendo-nos oscilar entre a concentração no detalhe seja ele doméstico, do serviço, saúde ou negócio e uma projecção romântica ou simplesmente confusa do que pode vir a ser o futuro. Esta tensão ou confusão é agravada também hoje pela quadratura do Sol aos Nódulos Lunares.

No meio disto, a Lua em Escorpião em trígono a Vénus em Caranguejo pode proporcionar momentos sociais intensos e agradáveis mas é preciso ter atenção às despesas. Recuperar ou fazer melhorias em casa é o mais aconselhável.  Com Vénus em sesquiquadrado ao Nódulo Norte em Sagitário, apostar em novas orientações de gestão doméstica ou familiar pode custar mas é fundamental.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: