Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Vénus conjunta a Plutão

Quinta, 14/11- Novos rumos nas relações e finanças

Os sentimentos não podiam ser mais intensos e estamos prontos para correr riscos, rebelarmo-nos, ser radicais –  queremos mudar profundamente as estruturas dos nossos investimentos emocionais ou financeiros, doa a quem doer, mas também podemos ser nós próprios que somos submetidos a crises porque alguém nos tira o tapete e põe em risco as relações. Percebemos, duramente, que não há outra hipótese senão seguir em frente, noutro quadro. Vénus  faz conjunção a Plutão e quadratura a Urano, hoje e amanhã e vemos derrubadas as antigas regras de estabilidade, ordem e segurança ou também os limites, no amor, no dinheiro ou em ambas as frentes, e temos de abraçar, apesar das fricções, novas perspectivas de relacionamento pessoal e material.

A Lua  – que ontem activou a mesma quadratura de Urano a Plutão, sensibilizando-nos para os desenvolvimentos de hoje e amanhã, – continua em Carneiro a dar-nos a força de iniciar processos e o estímulo para reagirmos de forma espontânea á possibilidade de mudança de paradigmas. Graças ao sextil de Vénus a Quíron em Peixes as hipóteses das iniciativas de mudança serem bem sucedidas e constituirem oportunidades para sanarmos feridas antigas ou défices generalizados são muito maiores. A chave está em sabermos tomar decisões correctas, que reflitam respeito por nós próprios e pelos nossos próprios limites e vez de seguirmos a via de tentar resolver medos ou carências.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.67458.30727

Quinta, 17/1- Ações radicais e contas sérias

É grande a vontade de fazer o que nos der na cabeça sem olhar às consequências. Rejeitar o status-quo, exigir diferença e assumir a liderança da mudança é o que a Lua em Carneiro junta a Urano pede hoje, depois de ontem ter feiro quadratura a Plutão, ativando os processos de crise e transformação estruturais em curso. O potencial de conflito bélico é também exacerbado por este trânsito que cataliza ações radicais e golpes políticos e militares.

Esse desejo de rotura acompanha a oportunidade de se dar nova forma às relações pessoais, diplomáticas e financeiras desde que essa forma tenha objetivos a longo prazo e esteja assente em bases de acordo mútuo ou múltiplo. O amor e o dinheiro – ou as relações de poder e as contas públicas ou dívidas estruturais – estão na base desse esforço de redefinição de regras com Vénus em Capricórnio, ainda conjunta a Plutão e sextil a Saturno em Escorpião. Mas com a Lua em quadratura a Vénus podemos sentir-nos vulneráveis ou dar tiros no pé excitados por ímpetos irracionais, contra a ordem social ou financeira que há que seguir.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.60645.8932

Quarta, 16/1- Outras relações, outros negócios, outros poderes….

Amores ou dinheiro, poderes ou beleza e a forma como,  porque causa deles, nos relacionamos são hoje assuntos que nos tocam compulsivamente. Mas a mudança desejada ou forçada não se dá de forma anárquica, antes pelo contrário, é acompanhada de uma nova ordem bem definida e que tem em conta a nova distribuição de competências. Há perder e há ganhar e estas transformações  – anunciadas já desde há dias – devem-se à conjunção, hoje, em grau exacto de Vénus a Plutão em Capricórnio, em sextil a Saturno em Escorpião. Em simultâneo, o seu quincúncio a Júpiter em Gémeos coloca-nos na eminência de termos de chegar a muita gente, expandir a comunicação, ou ter de ir longe para levar a cabo as transformações exigidas – o que é difícil aqui é manter um equiilíbrio entre os pés na terra, um coração exaltado e a mente dispersa.

Numa primeira metade do dia, a Lua ainda em Peixes, em sextil a Mercúrio e Sol conjuntos em Capricórnio suaviza os sentimentos e abre oportunidades de defesa de princípios e de ordem que sirvam ideiais comuns. Mas pelas 16.00 GMT, a Lua entra em Carneiro e avança para a ativação da quadratura de Urano a Plutão na quinta feira. Uma vez mais o desejo de mudar de vida ou romper com os poderes estabelecidos vai dominar as nossas emoções e projeção familar ou social.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.60630.7941

Terça, 15/1- Intuir, reformular e apostar na mudança

A intuição é forte e está alinhada com a capacidade de mover montanhas. Assim, é mais fácil hoje conciliar sonho e realidade e transmitir ou produzir algo iluminado ou sensível, enquadrado na obrigação de transformar os valores materiais ou espirituais a que nos agarramos. Tudo isto porque a Lua está em Peixes, em trígono primeiro a Saturno e de seguida ao Nódulo Norte em Escorpião e Vénus avança para a conjunção a Plutão. É esta conjunção a Plutão – que rege dívidas, hipotecas e tudo o que é partilhado, desde o sexo até á morte, – com Vénus,  – o planeta das relações amorosas ou financeiras, – que domina a semana até que haja uma transformação de poder daquilo que valorizamos. É preciso não esquecer que Vénus está a ativar a quadratura de Urano a Plutão que ate 2015 pontua as transformações do sistema financeiro global e das relações dos países do Euro em particular e que Plutão caminha para a conjunção ao Sol dos horóscopos da adesão da Grécia, Portugal, da moeda única e de outros horóscopos do processo europeu. Daí que seja de antever nova agitação e mais um passo nas transformações do sistema.

Algo vai ser rejeitado, algo vai ser enaltecido. Muito dinheiro pode mudar de mãos, seja em negociações individuais, nou os mercados internacionais e as relações de poder podem sofrer transformações profundas. Pode também haver violência porque as reações são compulsivas com Vénus conjunta a Plutão.  A semiquadratura de Vénus – que em Capricórnio é conservadora e ambiciosa- , ao Nódulo Norte em Escorpião sublinha como podemos ter dificuldade em deixar para trás o que considerávamos seguro, para seguir o caminho da reformulação de valores. A análise do que de facto já não serve propósito algum e a prontidão em ultrapassar velhos padrões é agora essencial e para tal contribui o paralelo entre Mercúrio e Vénus que traz um esforço de equilíbrio aos contatos, à avaliação e a novos contratos e facilita o bom sucesso das iniciativas.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.60608.6221

Sábado, 12/1- Instabilidade e expectativas

A instabilidade pode dominar os próximos dois dias e seguir num crescendo, até que as relações ou as finanças mudem de figura na próxima semana. O que se passa é que Vénus, o planeta do amor, das relações pessoais, políticas, diplomáticas, financeiras activa, desde hoje e até sexta feira que vem, a quadratura de Urano a Plutão. Em trânsito em Capricórnio, Vénus, hoje e amanhã, faz quadratura a Urano em Carneiro: o que procuramos atrair, unificar e naturalmente organizar de forma harmoniosa está sujeito a surpresas, iniciativas radicais, ruturas súbitas, golpes de liberdade que marquem a diferença com os velhos paradigmas de ambição de poder nas relações seja qual for a sua natureza.

No fundo o que isto significa é que é preciso agora revitalizar o modo de relacionamento emocional ou material de forma a que possa ser profundamente transformado no final da próxima semana quando Vénus fizer conjuntura a Plutão. Estamos na fase do abanar antes que caia para que então se abra novo ciclo de estruturação. Mas cuidado, é fácil com estes aspectos ir atrás da pulsão de risco, responder impulsivamente aos desejos e acabar por pagar caro a falta de avaliação das consequências.

Com a Lua em Aquário em trígono a Júpiter em Gémeos olhamos para o mundo, de uma forma mais racional do que emocional mas sempre com um raio de esperança quanto aos bons resultados da expansão dos contatos e difusão dos nossos interesses.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.64607.39123

Segunda, 5/12- Um dia positivo

O que decidirmos hoje para as nossas finanças ou ligações tem todas as hipóteses de ser bem organizado e aplicado detalhadamente graças ao trígono de Vénus em Capricórnio a Marte em Virgem. Assim, depois de dia 1 e 2 termos conseguido as transformações de fundo requeridas ( na conjunção de Vénus a Plutão), hoje e amanhã é o tempo de as pormos em marcha com a ajuda deste aspecto que apoia uma nova organização das relações pessoais, profissionais, políticas e financeiras.

Pela manhã, com o Sol conjunto ao Nódulo Lunar em Sagitário, em trígono à Lua em Carneiro, sentimos  que as nossas ideias são as certas e que as emoções estão alinhadas com os objectivos.  É o último aspecto que sol e Lua fazem antes do eclipse do próximo dia 10 em que Urano entra também directo e retomam os processos bloqueados desde 10 de Julho.  Daí a importância das iniciativas a tomar hoje que podem ainda ser comunicadas com todo o fogo e clareza- e abrir portas  a longo prazo – devido ao semi-sextil de Mercúrio à Vénus.

Nos horóscopos da zona Euro estes aspectos reflectem-se na oportunidade de concretização de propostas em vesperas da Cimeira Europeia que terá lugar em pleno eclipse e com Urano a entrar directo estimulando rupturas e especulação entre os parceiros por esse parceiro ser o regente da V e estar em trânsito na VII. Como fará um trígono à Lua regente da X, semanas depois, espera-se que as soluções políticas tenham bom eco junto da opinião pública. Aliás, a conjunção do Sol e do Nódulo Lunar Norte hoje e amanhã ao Saturno natal do horóscopo do Tratado de Roma, na Casa III, regente da IV e da V permite dizer que os ideais que estão a ser trabalhados como objectivo futuro têm em vista a estabilização das trocas bancárias, do território comum e o combate à especulação.

Para o governo de Passos Coelho, esta segunda feira a ansiedade está no campo da fiscalidade, empréstimos, juros e apoios externos com a Lua em Carneiro a transitar a casa VIII da divida, opondo-se a Saturno na II o que deprime as relações económicas, traz ameaças de recessão e dúvidas sobre a organização da economia. Marte está quase a passar o ascendente o que significa que já hoje ou nos próximos dias possamos assistir a tomadas de posição públicas e maior assertividade do governo em questões financeiras e de alienação de património, em sectores como os media, transportes e energia.


Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: