Pesquisar

Céus!!! Rosita Iguana

Os Astros dia a dia

Etiqueta

Mercúrio conjunto a Plutão

Terça, 24/1/17- Preparar um novo rumo

Estamos desde ontem a ter que escolher uma nova direcção com o objectivo de eficiência e serviço mesmo que isso nos obrigue a deixar para trás situações ou grupos onde nos sentíamos mais Continue reading “Terça, 24/1/17- Preparar um novo rumo”

Quinta, 21/1/06- Olhar para o futuro

Está na hora de pensar no futuro e como queremos estar no mundo mas só podemos avançar porque recuámos o suficiente para pensar os assuntos de uma forma nova. O Sol entra hoje em Aquário, regido por Urano em Carneiro, a estimular iniciativas que nos tragam maior projecção e integração no universo, nos grupos de que fazemos parte ou onde pretendemos chegar, interessados em inovar.

Como Mercúrio retrógrado faz hoje conjunção a Plutão em Capricórnio, a revisão que temos vindo a fazer do que há que estruturar chega agora a um ponto crítico em que percebemos o que até agora não estava claro e que obriga a reformular a lógica que temos do controlo da situação ou de como podemos fazer grandes reorganizações em casa, trabalho, e até na política.  Deitamos contas ao passado para corrigir o rumo de futuro.

Assim, num dia de abertura a novas formas de estar, com novas formas de pensar, não podemos deixar de sentir alguma insegurança e, naturalmente, a entrada da Lua em Caranguejo pela tarde GMT reflecte essa necessidade de apoio básico, carência doméstica, familiar, de “ninho” que falta num momento de salto para outros parâmetros e abertura de novas perspectivas. O quincúncio entre a Lua e o Sol é o sinal claro de que há que resolver a tensão entre o ir e o ficar, o abrir e o fechar, confrontados os receios e encontradas as oportunidades de seguir em frente com o processo de transformação que sonhamos apoiado no trígono de Marte a Neptuno.

A fotografia é da norte americana Dorothea Lange 1895 – 1965, do Oakland Museum, California

astro_w2gw_28_carta_do_dia.59792.56506

Quarta, 24/12- Natal radical

É véspera de Natal mas nem tudo é harmonia. Há surpresas ou contactos inesperados que perturbam a paz desejada, exprimem-se opiniões fortes e não fica pedra por virar na procura da verdade. Não é mau que assim que seja. Em dias de festa como estes em que abarcamos uma maior número de contactos, comunicações, encontros, ter Mercúrio hoje e amanhã conjunto a Plutão em Capricórnio não permite falsas abordagens nas estruturas familiares, profissionais ou colectivas em que nos inserimos. Não é tempo para fingir.  Não queremos contactos superficiais, vemos mais claro, somos mais claros, exigimos transparência que é despoletada pela quadratura de Mercúrio a Urano com impaciência, rasgos electricos de compreensão do que tem de mudar ou rejeição do status-quo.  Queremos o novo. Há radicalismo no ar em nome do que achamos serem verdades fundamentais com este Mercúrio a activar a quadratura de Urano a Plutão em Capricórnio e o regente de Capricórnio em trânsito agora em Sagitário.  É preciso ter cuidado em viagens, com aparelhos eléctricos, com repentes de mau feitio. A Lua, pela manhã, em Aquário faz sextil a Saturno o que ameniza as emoções face às expectativas do dia mas pelo final da noite faz conjunção a Marte, semi-sextil a Plutao e a Urano e trígono ao Nódulo Norte. Ser egoísta não é o caminho.

Os meus votos de uma bela Consoada a todos aqueles e aquelas que todos os dias, muitas vezes ou volta e meia vêm a esta página e me fazem companhia neste delírio díario pelos Céus. Bom Natal!!

A tela de hoje chama-se,  apropriadamente ” Christmas Day, 1900″ e é do pintor Michael Ancher, dinamarquês, 1840-1927.

astro_w2gw_125_carta_do_dia.57882.29206

Domingo, 6/1- Abordagem fria e um novo discurso

Limites á atuação, sobriedade emocional e o debate e aprofundamento compulsivo do que é preciso mudar são as três vertentes principais do dia, que abrem, também amanhã, a semana de trabalho. Com a Lua em Escorpião conjunta a Saturno e sextil a Plutão e Mercúrio, todas as emoções se concentram na re-organização do que tivermos em comum ou sobre o qual tivermos responsabilidades. O sextil representa oportunidade e o que for agora semeado trará fruto a seu tempo.

Em simultâneo, Mercúrio em Capricórnio conjunto a Plutão não permite abordagens ligeiras e o esforço de análise tem de ser maior para se encontrar propostas válidas que permitam os tais resultados a longo prazo. A manipulação da informação é um risco assim como o potencial de exagero na apresentação dos factos devido ao quincúncio de Mercúrio a Júpiter em Gémeos.  A evolução depende da capacidade de nos libertamos do conservadorismo de Mercúrio em Capricórnio e essa tensão está refletida na semiquadratura deste planeta ao Nódulo norte em Escorpião.

O inconsciente pode pregar-nos partidas, já que o Sol em Capricórnio está em semiquadratura a Neptuno em Peixes. Encarar a realidade torna-se mais difícil e a sensibilidade exacerbada ou o apelo dos ideais coletivos entra em fricção com a vontade de assumir poderes absolutos.

 

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.69009.14592

Quinta, 3/1- Falar de negócios, inovar o discurso

É preciso hoje e nos próximos dias encontrar novas formas de diálogo. Os assuntos são sérios, discute-se organização, custos estruturais, finanças, negócios de poder ou o poder dos negócios com Mercúrio em trânsito em Capricórnio, mas a sua quadratura a Urano em Carneiro acorda-nos para a necessidade de encontrar soluções originais para a conversa de sempre.

O que seria tradicional, formal, apesar de prático e lógico é abalado pela rejeição de Urano de velhos padrões e, ou entramos em choque com os interlocutores, ou nos abrimos às mudanças que os tempos exigem. O facto é que se hoje e amanhã com a quadratura de Mercúrio a Urano podemos ainda sentir que por um lado está o discurso tradicional e por outro o ímpeto das novas exigências, depois, mal Mercúrio entre em conjunção com Plutão, a conversa muda mesmo, vai-se ao fundo das questões e o discurso tem de passar a refletir os novos dados.  Não vale a pena perder a cabeça a defender o que já era, apenas estar atento a todos os detalhes de serviço com a Lua em Virgem a ajudar a perceber como podemos organizar melhor as coisas.

Com Júpiter em Gémeos em trígono a Marte em Aquário são fluidos os encontros e expandimos a rede de contactos, no entanto, a quadratura crescente de Marte a Saturno em Escorpião assinala a frustração crescente provocada pela falta de meios e imposição de limites externos.

astro_w2gw_111_carta_do_dia_hp.68960.12005

Domingo, 15/1- Em frente, contrariados

O que temos de fazer hoje não é o que queriamos fazer. Acção, viagens, comunicação e as circunstâncias da vida impelem-nos hoje numa direcção contrária ao que desejariamos apesar de sabermos que é a correcta, mesmo que sentimentos não estejam de mão dada com a razão. O motivo para isto está na quadratura, ao longo do dia, da Lua em Balança a Plutão, Mercúrio e Sol em Capricórnio, em simultâneo comum sextil ao Nódulo Lunar Norte em Sagitário.

Com a Lua em Balança procuramos o equilíbrio e a justiça nas relações e estamos prontos a ajustar as nossas prioridades para ir ao encontro das exigências de cooperação. O amor transcendente é o que nos move e queremos poder idealizar as nossas relações e o seu lugar no mundo com o paralelo de Vénus em Peixes a Neptuno em Aquário. Mas inevitavelmente o diálogo vem carregado de fricção intensa sobre as perspectivas da relação, controlos, posse, ordem, já que Mercúrio conjunto a Plutão em Capricórnio cria tensão e estimula a necessidade de regeneração dos valores, com o trígono a Júpiter em Touro.

Há que estabilizar ideais de relação entendendo-lhe os limites, com o trígono de Saturno em Balança a Neptuno em Aquário.


Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: