Correm fortes hojes as emoções com impulsos de controlo dos processos e protecção dos interesses assim como a convicção de que estamos a seguir um qualquer ideal, com a Lua em Escorpião num grande trígono de Água ao Sol e Nódulo Norte em Caranguejo e a Neptuno em Peixes. Tudo correria bem não fosse a quadratura da Lua a Marte em Leão e oposição a Urano em Touro, pela manhã, envolvida na quadratura todo o dia de hoje e amanhã de Marte a Urano. Estas quadraturas podem traduzir-se num impulso excessivo do exercício de vontade cega, para satisfazer carências – com Marte em trígono a Quiron em Carneiro – mas os resultados podem não ser os melhores e provocar incidentes, acidentes e impactos impensáveis. Apenas o sextil da Lua a Saturno e Plutão assim como a conjunção de Saturno ao Nódulo Sul nos dão sinais de que para termos força real para mudar o que tem de ser mudado, não podemos disparar em todas as direcções egocêntricamente respondendo à força da quadratura de Marte a Urano. Pelo contrário, há que estar atento a oportunidades de reorganizar a vida de forma pragmática, partilhando com outros o amor por criar novas raízes e bases de segurança física e emocional, casa, familia, tradições, com a ajuda do sextil de Vénus em Caranguejo a Urano em Touro. Mercúrio retrógrado em Leão conjunto a Marte também nos obriga a repensar  a lógica pessoal de resposta a todos os desafios.