Apesar da hiper sensibilidade e de um qualquer toque nas feridas conseguimos, hoje, não só manter as emoções sob controlo como apostar em expandirmos as nossas bases de segurança apoiados na certeza da verdade que nos move, mesmo se tiver de haver conflito. A semana começa assim com a defesa dos nossos princípios e do nosso sentir, sem hesitações. É a Lua em Peixes que pelo meio dia GMT, depois de fazer conjunção a Quíron, faz um grande trígono de Água com Saturno em Escorpião e Júpiter em Peixes e quadratura ao Sol em Sagitário enquanto Marte em Balança avança até ao Natal para a quadratura de Urano a Plutão.

Sentimos e acreditamos no que nos vai na alma e estamos prontos para a guerra para o defender. Os conflitos vão por isso ser crescentes e a mudança de equilíbrio nas relações pessoais, políticas ou financeiras é inevitável até ao final do mês. Não desistimos de progredir a nível pessoal, familiar ou nacional dentro do quadro dos limites impostos por forças maiores, poderes externos ou dívidas e obrigações, devido ao prolongado trígono de Júpiter a Saturno. Tudo se passa dentro do quadro das grandes transformações em curso pontuadas até 2015 pela sucessão de quadraturas de Urano a Plutão.

astro_w2gw_45_carta_do_dia_hp.49896.27724