Sábado, 12/7- Lua Cheia na Crise

Hoje pelas 13.30 GMT há uma poderosa Lua Cheia no signo do Capricórnio que ilumina a contradição entre as estruturas e a segurança. Podem ser os tecidos familiares e o suporte emocional, podem ser fundações políticas ou organizações financeiras e a segurança que nos garantem – ou não. Fazer escolhas e salvaguardar o que é fundamental é o que é pedido com esta Lua Cheia em oposição a Caranguejo que activa a grande cruz de Abril e que depois de ter feito conjunção a Plutão vendo destruídas ou transformadas as ambições, quadratura a Urano que trouxe revelações e a necessidade de abandonar rotinas, faz ainda pela tarde quadratura a Marte e ao Nódulo Norte em Balança o que pede que se façam opções quanto ao tipo de relações, contratos, acordos que se querem ou não manter- ou fazer novos. Isto não vem sem sofrimento nem discussão e mesmo que sejamos nós próprios a liderar processos de mudança aparecem resistências que dificultam o caminho- que no entanto não pode deixar de ser feito. Uma vez mais estamos numa das encruzilhadas da crise que desde 2012 e até 2015 há de mudar os paradigmas das estruturas pessoais, políticas e financeiras e para além da activação da quadratura de Urano a Plutão e quadratura a Marte, os quincúncios a Vénus e a Mercúrio e oposição a Júpiter mostram que a mudança é imparável. Hoje lidamos com a obrigatoriedade de definir novas estruturas de controlo e amanhã quando a Lua entrar em Aquário vamos ver o seu impacto no colectivo.

astro_w2gw_125_carta_do_dia_hp.72322.2326

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: