Emocionalmente estamos a resolver as coisas e isso permite tomar medidas práticas para gerir a vida de outra maneira. Há limites a ter conta no que podemos revolucionar mas é dentro da aceitação desses constrangimentos ou responsabilidades que encontramos os mecanismos e a força para mudar o que não estava bem. É a Lua em Caranguejo em trígono ao Sol, Vénus e Saturno em Escorpião e a Quíron em Peixes, numa ligação fluída dos signos de Água, que nos facilita intuir o melhor caminho para regenerar sentimentos profundos, curando velhas feridas e mudando a postura nas relações. Em simultâneo, a conjunção de Saturno e Vénus torna mais séria a avaliação do que há a ganhar e a perder nas relações sentimentais ou financeiras mas é preciso equilibrar a importância do cumprimento das obrigações com a tentação, de pelo contrário, desperdiçarmos energias em projectos narcísicos devido à quadratura do Sol, Vénus e Saturno a Júpiter em Leão. Idealizar como nos podemos refazer ou refazer relações, negócios e poderes é encorajado pelo trígono de Mercúrio em Escorpião a Neptuno em Peixes- falar do que nos move e estabelecer novos equilíbrios nas relações é possível graças também à presença do Nódulo Norte em Balança.

astro_w2gw_125_carta_do_dia.63476.31973