O sentido prático é o que nos deve hoje guiar, sem nos irmos abaixo com limitações, mas seguros de quem somos. Aliás, desde hoje e até meados de Agosto, temos a ajuda de Júpiter agora directo em Leão, para alimentar o sentido de identidade, criatividade, amor próprio. Poderia haver riscos de inflação do ego, narcisismos, ou optimismo descabido mas acontece que Saturno está retrógrado em Sagitário, signo regido por Júpiter e essa presença e moção é mais do que suficiente para impôr limites e responsabilidades à ideia de quem somos e onde queremos ir. Assim, hoje, com Júpiter a entrar directo e a Lua conjunta a Saturno em Sagitário temos de encontrar o meio termo entre o empolgamento e a contenção, reduzindo o fluxo das emoções a uma postura sóbria e pragmática sobre como sermos nós próprios, de forma madura. O mais provável é termos alguma revelação, ou porque intuímos o caminho ou  as iniciativas em que devemos apostar ou porque nos fazem alguma surpresa à qual temos de reagir com o máximo de juízo. Seguro é que há novidade no ar, seja porque a procuramos seja porque vem ter conosco, sem convenções, com riscos, mas impossível de ignorar, na senda de todas as transformações que temos vindo a viver em particular desde meados de Março. É Mercúrio conjunto a Urano depois de ontem ter feito quadratura a Plutão que traz a electricidade ao dia, pela comunicações e contactos e pelo estímulo à vontade de disparar em todas as direções. Dominar ímpetos e transformar a irritabilidade em acção inteligente é a melhor forma de lidar com este trânsito, ao mesmo tempo que afinamos pragmáticamente a verdade que queremos viver.

astro_w2gw_125_carta_do_dia.56098.31064

Anúncios