O que somos está à vista, nem vale a pena esconder. Fazer qualquer coisa de diferente, criativo, descobrir o novo, revelar segredos é o que apetece e devemos fazer mas as dificuldades são de prever porque nem todos queremos o mesmo. O problema é que podemos não estar a avaliar bem as situações, ou estar demasiado convencidos do nosso ponto de vista, esquecendo a necessidade de concertação. Encontrar o meio termo em qualquer situação é o desafio do dia. É a Lua em Leão conjunta a Júpiter e trígono a Urano em Carneiro que neste domingo à tarde, GMT, excita os egos e clama por atenção, com um sextil a Vénus em Gémeos a pedir contactos, animados por outro sextil de Vénus a Urano. Mas a festa ou dramatismo tem consequências. Apesar da confusão entre ideais e possibilidades que ainda perdura com Vénus em Gémeos em quadratura a Neptuno em Peixes, o contraparalelo de Mercúrio em Touro a Plutão em Capricórnio e a conjunção de Marte a Mercúrio faz-nos ir ao fundos das questões para chegar a conclusões e tomar medidas concretas. Com o Nódulo Norte em Balança regido por Vénus e o Sol em Touro também regido por Vénus, no fim há que chegar a acordos, vistas as possibilidades e apostar no que trouxer maior satisfação e segurança, desde que bem fundamentado, que é o que pede o quincúncio do Sol a Saturno em Sagitário. O que agora ficar claro é o que vamos poder trabalhar seriamente e com bons resultados no arranque da semana.

A fotografia é dos actores William Powell e Myrna Loy, nos papeís de Nick e Nora, no filme de 1934 “The Thin Man”, baseado na história do mesmo nome de Dashiell Hammett. O cão é o famoso Skippy que entrou em mais de 12 filmes nos anos 30 e que aqui tem o nome de “Asta”.

astro_w2gw_75_carta_do_dia.60902.1213

nick_and_nora

Anúncios