Relações e dinheiro estão hoje dificultadas e a distância separa parceiros e posições emocional e financeiramente. Para além disso é difícil perceber qual é o caminho pois há mais do que uma opção e ainda não é possível tomar decisões. É melhor usar este tempo de Vénus em Leão em quadratura a Saturno em Escorpião para reflectir em vez de reagir a situações já que ganhar é difícil. Também a Lua em Gémeos levanta várias questões, abre caminhos contraditórios mas que são ambos possíveis e a tendência é para oscilar emocionalmente, carentes de certezas. A semana arranca assim em suspense depois dos imprevistos do fim de semana alimentados pela quadratura do Sol em Caranguejo a Urano em Carneiro. Só terça feira é que a Lua entra em Caranguejo e o foco sai da escolha de caminhos e troca de informações para passar a ser a forma como vamos garantir a segurança, conforto, protecção do que de mais intímo nos move. Segue-se a Lua Nova de Caranguejo pouco depois da meia noite GMT de dia 16, aí sim, tempo de semear as respostas ás carências e de iniciar projectos de bem estar familiar, tribal, nacional. Será também na Lua Nova, quarta e quinta feira que Marte fará oposição a Plutão, respondendo pela acção as questões levantadas no início da semana passada, dia 6, quando o Sol activou essa oposição a Plutão. As mudanças estruturais virão depois dessa Lua Nova e até lá temos que nos informar e pensar bem o que fica e o que vai.

A tela é do pintor norueguês Gerhard Munthe, 1849-1929

astro_w2gw_66_carta_do_dia.63005.26667

11008464_853233411411743_6214868599853529714_n

Anúncios