A semana começa lançando os dados do climax que se pode esperar na Lua Cheia de quarta feira. Os custos de toda a recente instabilidade começam a fazer-se sentir pela tarde GMT quando a Lua passa de Carneiro para Touro, acenando a necessidade de valores seguros, principalmente porque Vénus regente do Touro faz oposição a Urano em Carneiro, o que nos sacode de relações estáveis e obriga a apostar em novos acordos, novas alianças, novas regras, novas contabilidades, um novo sentido do que é justo. Com essas mudanças no equilíbrio das relações, tememos a falta de solidez da situação, falta de dinheiro, quebra de segurança a todos os níveis. Esse receio leva-nos até quarta feira, dia da Lua Cheia, já em Gémeos, que vai acentuar o confronto entre a divisão de posições e as restrições impostas por uma força maior. Limites ou possibilidades, verdade ou interpretações, regras ou derivadas, conhecimento ou comunicação, lei ou opinião são algumas das maneiras como podemos viver o confronto da  Lua Cheia – em Gémeos oposta a Sol, Mercúrio e Saturno em Sagitário-  que se aproxima e para a qual hoje e amanhã vamos procurar definir o que vale ou não a pena defender, a que nos podemos agarrar, que bens materiais ou de outra natureza é preciso garantir. Seja como for, é dia de deixar para trás regras, relações e acordos que já não são funcionais.

A tela representa São João Baptista por Leonardo da Vinci

astro_w2gw_28_carta_do_dia.58712.4328

Baptist

Anúncios