Quem somos e o que temos para dar ao mundo é o que mais queremos hoje provar, depois do meio-dia GMT, quando a Lua entrar em Leão e se preparar para fazer um trígono a Saturno em Sagitário, o que pede ideias claras e princípios bem definidos se quisermos passar à acção. Claro que o entusiasmo ou dramatismo podem tornar-se excessivos principalmente depois de, pela manhã ,a Lua ainda em Caranguejo ter feito um trígono a Vénus em Escorpião, abrindo o campo para a demonstração passional dos valores que queremos partilhar. Mas nada se faz hoje sem sentido prático e é da forma como queremos organizar as coisas que temos de falar, com Mercúrio em Capricórnio em trígono a Júpiter e ao Nódulo Norte em Virgem. Ver a floresta e as folhas torna-se obrigatório para ser bem sucedido e para que o sentido de identidade e de ordem que queremos demonstrar – com a Lua em Leão e o Sol em Capricórnio – não seja apenas uma chamada de atenção vã.

A tela é do russo Aleksandre Deineka 1899-1969.

astro_w2gw_28_carta_do_dia.78095.20147

_Fh_fh00001aleksandr_deineka_1899-1969_-_tanets_-_1934

Anúncios