A capacidade para nos relacionarmos, não só dois a dois mas também com grupos ou ambientes diferentes é hoje posta à prova num dia em que quanto melhor formos capazes de exprimir ideais diferentes- ou mais capazes de nos abrir a influências externas, mais facilmente damos a volta a situações estagnadas que precisam de ser arejadas.
É a Lua em Balança, em trígono a Vénus e Mercúrio em Aquário que acende a necessidade de abertura ao mundo exterior, enquanto o sextil a Saturno em Sagitário permite descobrir novas verdade e princípios a adoptar de forma a fazermos verdadeiras revoluções na ordem em que estamos inseridos dada a quadratura da Lua a Plutão em Capricórnio e oposição a Urano em Carneiro. Estamos a sonhar com o amor ou um mundo melhor e todas as mudanças que abraçamos vão nesse sentido, com o Sol a avançar para uma conjunção a Peixes. É um dia que as portas se abrem, se soubermos fechar janelas.

A imagem é de um poster da exposição ” We must always turn south” da Francis Kyle Gallery em Londres nos anos 80.
astro_w2gw_28_carta_do_dia.68526.13553

Francis-Kyle-Gallery-London-We-must-always-turn-south-cartel-original-exposición-colectiva-en-1982-60x42-cms-2 (1)

 

Anúncios