Há hoje bastantes contradições a encarar e a satisfação virá do dever cumprido. Por um lado queremos dar tudo por tudo, ir até aos limites pelo que idealizamos mas percebemos que isso não faz sentido e há que ter sentido prático. O Sol ainda está em Leão a estimular o orgulho de sermos quem somos mas a Lua, Vénus, Mercúrio, Júpiter e o Nódulo Norte concentram-se em Virgem em trânsitos em que a humildade e dedicação às tarefas, cuidados, trabalhos, análise, contas… tem de se sobrepôr, pela lógica, às emoções.  O desejo de chamar a atenção é contrário à visão do detalhe e ao espírito de serviço.

Também a quadratura da Lua a Marte e a semi-quadratura deste e a Plutão exacerba uma vontade de vencer que entra em conflito com os dados práticos do problema. O que é verdade, o que é falso, em nós próprios, nos outros, nas circunstâncias que partilhamos, no poder que detemos, tem de ser analisado friamente enquanto, com Vénus em Virgem, podemos encontrar beleza na simplicidade e no sentido de serviço. Saturno quadrado a Neptuno também não alimenta fantasias.

astro_w2gw_28_carta_do_dia.67661.60882

Anúncios