Por Clara Days
Palavras-chave: Decisão; dualidade; polaridade; conciliação.
Os Enamorados, ou Amantes, não representam um arquétipo simples de explicar. Estes dois significam, antes de mais, a união dos contrastes, aqui representados pela polaridade masculino / feminino, dentro de cada um de nós. As qualidades que ancestralmente foram associadas aos dois géneros, o feminino passivo, frio, o Anima que simboliza a natureza vivente (eros), e o masculino, activo, quente, o Animus, símbolo da natureza intelectual-espiritual (logos) coexistem em nós, completando-se. Encontrar o equilíbrio interno que respeite ambos é o desafio dos Enamorados.Esta carta convida-nos a fazer escolhas na procura do caminho para sermos felizes. A possibilidade de escolher, a importância de escolher, é a sua mensagem principal.
O amor de que aqui se fala é muito mais rico do que o amor romântico entre duas pessoas, embora também passe por aí. É Amor em sentido lato, podendo representar a paixão por uma causa, um desejo íntimo que precisamos de ousar concretizar. Esta carta lembra-nos que todos temos em nós sonhos em que vale a pena investir, que nos podem realizar pessoalmente, intimamente, e dependem sobretudo da nossa vontade.
Estaremos prontos para agir guiados pelo coração? O que desejamos afinal? Qual a fonte, a origem do nosso Amor? Para onde o dirigimos?
As imagens das cartas trazem-nos o Casal simbólico, autêntico na nudez em que é frequentemente representado. Um homem e uma mulher que se enfrentam pacificamente. Há quase sempre um facilitador, um intermediário, um Amor – pode ser Cupido ou um outro anjo, por vezes até são duas personagens, uma mais celeste e a outra terrena, que os apresenta um ao outro. Os dois membros do casal contactam, pelo olhar, pelo gesto das mãos, mas nos baralhos tradicionais não se abraçam ou beijam: procuram entender-se, assim parece. Procuram no outro o reflexo de si, como em espelho. A cena é sempre tranquila e muitas vezes radiosa, iluminada por luz divina, visualmente abençoada. São frequentes as presenças de símbolos ancestrais como a árvore da vida, o sol com a lua ou o círculo ying-yang.
Em Astrologia, este arcano maior 6 corresponde mais consensualmente a Gémeos, também um signo de dualidade. Mas nalguns baralhos a associação é com Touro, bem mais terreno. A letra hebraica que lhe está associada é ZAIN ou ZAYIN, a espada ou a Mulher de Valor. O seu título esotérico é “O Oráculo dos Deuses Poderosos” ou “O Filho da Voz”.
Esta semana temos escolhas a fazer, opções que se nos apresentam e em que podemos decidir por este ou aquele caminho. Essa será a nossa força. Podemos também esperar de uma forma geral durante esta semana situações que nos espelham a nossa forma de Amar e devemos atentos para aprender e rectificar o que for necessário. É preciso reflectir e ter calma, mas escolher.

Clara Days
Imagem principal: Tarot of the Holy Light

Anúncios