As iniciativas que tomarmos mudam a organização das coisas ou algo acontece que nos muda a vida e temos de agir. É possível que estas tomadas de posição resultem de um esforço para conceptualizarmos o projecto de futuro e muita racionalização do que queremos conquistar com Saturno em Sagitário em trígono a Urano em Carneiro e Mercúrio retrógrado também em Sagitário. É a Lua em Carneiro a aproximar-se de Urano e em quadratura a Sol quase conjunto a Plutão em Capricórnio que nos impele à acção mas em tensão com forças maiores que dificilmente controlamos a menos que sejemos muito flexíveis, prontos para qualquer adaptação a uma nova ordem.  No entanto, Vénus, Neptuno e Marte em Peixes suavizam as emoções e apelam à empatia sem deixarmos no entanto de sentir um dedo na ferida do amor-próprio ou dos sentimentos de pertença com Quíron em Peixes quadrado a Saturno em Sagitário. O quincúncio de Quíron e o sextil de Saturno a Júpiter em Balança dizem-nos que é nas relações equilibradas que se cuidam das velhas dores mas não sem que arda primeiro. Vénus conjunta ao Nódulo Sul nos próximos dias pode fazer-nos preferir o sonho ou ilusão ao pragmatismo construtivo do Nódulo Norte mas o sextil a Mercúrio retrógrado obriga-nos mesmo assim a repensar a validade dos afectos e relações. Nada fica na mesma até ao fim de semana com o Sol conjunto a Plutão. É um jogo de verdade e consequência para a organização de vida.astro_w2gw_28_carta_do_dia-71180-60107

 

Anúncios