Hoje é dia de surpresas tanto mais agradáveis quanto mais formos flexíveis. O ter e haver das relações, contratos, regras, contas,  o esperamos dos outros e temos para dar é hoje sujeito a respostas exacerbadas, para além da racionalidade, que exigem uma nova perspectiva, já que a Lua em Balança, conjunta a Júpiter, faz também quadratura a Plutão em Capricórnio e oposição a Urano em Carneiro. O resultado são interacções complexas das quais resultam novos equilíbrios nas relações, depois da eliminação do que já não serve propósito algum. O sextil de Mercúrio em Aquário a Vénus e Marte em Carneiro permite explicarmos melhor ao mundo o que desejamos fazer que, com a Lua e Júpiter em trígono ao Sol em Aquário, se pode traduzir em inovação, projecção, sucesso – desde que emocionalmente abandonemos velhos padrões de relacionamento, dependências contratuais, ou acordos obsoletos face ao que o futuro pede. A ajudar essa transformação positiva nas relações pessoais ou profissionais, Saturno em Sagitário une por sextis e trígonos a Lua, Júpiter, o Sol e Urano propondo um plano de expansão a longo prazo que sustente o processo. Só há que aceitar que não podemos ter tudo e muito menos fantasias, com Saturno em quadratura a Quíron e a Neptuno em Peixes e que a capacidade de nos ajustarmos melhora se encararmos as mudanças com sentido pratico e de serviço, graças ao Nódulo Norte em Virgem.

Tela de Vanessa Bell, 1879-1961
astro_w2gw_28_carta_do_dia-58176-10975

Anúncios