Temos certezas, queremos valores seguros e somos capazes de o afirmar aos quatro ventos no entanto há que ter em atenção que podemos estar iludidos e que é preciso um cuidado redobrado para avançar sem erro. O Sol está em Touro a valorizar o palpável, o que apesar de simples nos dá firmeza de propósito, com Vénus seu regente em Carneiro a fazer-nos ir atrás do desejo, do querer satisfazer impulsos e ego, com possibilidades de exagero, contentinhos pela oposição de Vénus a Júpiter, tomando iniciativas de comunicação à esquerda e à direita pelo sextil a Marte em Gémeos, à procura de eco no mundo pelo sextil à Lua em Aquário. O que quer que tenhamos feito ou queiramos ter ou fazer facilmente se torna objecto de marketing ou promoção com estes trânsitos. Mas Júpiter está em quincúncio a Neptuno e qualquer extravagância, excesso de auto-promoção ou valorização vai acabar por ter de cair na realidade já que encarar a sombra da ilusão é inevitável neste quincúncio antes que surja a oportunidade de apresentar os factos com uma consciência depurada e assim sim criar valor acrescentado. É Mercúrio em Touro que permite que devagar e seguramente possamos ir construindo  um quadro mais claro do que há a valorizar, principalmente depois de dia 20 quando chega ao ponto em que estava antes de entrar retrógrado em Abril e o Sol se prepara para entrar em Gémeos, regido por Mercúrio.

Anúncios