Estamos a chegar ao fim desde ciclo lunar que vai culminar com um eclipse total do Sol na Lua Nova a 28 graus de  Leão na próxima segunda feira. Até lá temos hoje a Lua em Caranguejo, tal como Vénus a fazer-nos dar um máximo de importância as questões familiares, domésticas, do foro da nossa segurança emocional e amarras a raízes e tradições. Mas essas dependências estão comprometidas ou têm de ser revistas antes do eclipse e por isso hoje a oposição da Lua e de Vénus a Plutão, assim como os seus quinqúncios a Saturno são o indicativo que não podemos entregar-nos a atitudes menos correctas, manipuladoras, emocionalmente carregadas de desejo de poder, mesmo que subtilmente disfarçadas por falsas dependências. Os valores têm de mudar, há que perder medos e abrir-nos a criar uma nova identidade o que é favorecido pelo eclipse em que o velho Sol ou Ego deverá ser substítuido por uma nova maneira de estar e ser criativa, amorosa, mais livre de ónus e encargos emocionais do passado. Sol, Marte e o Nódulo Norte em Leão em trígono a Urano e a Saturno dão-nos a força e o sentido de destino para mais etapa de evolução. Mercúrio retrogrado em Virgem obriga-nos mesmo a rever a matéria…

Anúncios