Tudo é mais intenso, sentido mais intimamente, com respostas instintivas, uma protecção cerrada e a capacidade de cortar a direito aguçada enquanto mergulhamos mais profundamente nas questões que se levantam sobre o controlo que temos ou não do que partilhamos fisicamente, materialmente, financeiramente, o que podemos transformar, o que retemos, como podemos ter mais poder ou aceitar perdê-lo todo e passionalmente vivermos a nossa relação com tudo e todos. As emoções dominam assim o dia com a Lua em Caranguejo em trígonos sucessivos a Vénus, Júpiter e Sol em Escorpião e a Neptuno em Peixes, todas as águas do Zodíaco envolvidas para  transformar ilusões em realidade se formos capazes de separar nessas mesmas água o que é verdade e o que é desejo. Está também na agenda  ir ao fundo das questões, graças ao planetas em Escorpião e contamos ainda com a ajuda de Saturno em Sagitário em sextil a Quíron e de Neptuno em sextil a Plutão, ambos a darem-nos a oportunidade de olhar para velhas feridas e ilusões que afectam o pragmatismo para lhes  dar nova orientação mais livre de ónus e encargos emocionais ou financeiros do passado. Podemos sonhar hoje com estabelecer novas bases de segurança emocional, ter uma nova casa, transformar a família, o país, a nação, as tradições e fazê-lo para que correspondam melhor ao que somos e para onde queremos ir porque é para aí que aponta o Nódulo Norte em Leão em sextil toda a semana ao Sol em Escorpião. Queremos garantias de que as bases são sólidas e estamos prontos para transformar o que estiver ao nosso alcance para atingir objectivos a longo prazo, doa a quem doer. Mas o mais difícil vai ser ter flexibilidade e controlar o puro desejo de controlo.

Tela de Kandinsky

Anúncios