Hoje é um dia bom para procurar acordos desde que as expectativas não sejam exageradas. De facto, o que domina os aspectos mais favoráveis do dia é a necessidade de razoabilidade e perspectiva a longo prazo. Um grande trígono de Ar entre o Sol em Gémeos, a Lua em Balança e Marte em Aquário pode dar-nos a impressão de que tudo o que pensarmos se vai traduzir exactamente em soluções harmoniosas que podemos declarar universais. Mas apesar dessa facilidade mental, a prática mostra que a contenção, a eliminação de falsas expectativas e a preocupação no equilibrio entre o dar e o receber, entre o ter e o haver, entre o sentir e o pensar é essencial para alcançar resultados satisfatórios. Estas condicionantes derivam da tensão provocada por uma quadratura da Lua em Balança a Saturno e pela oposição de Vénus em Caranguejo também a Saturno em Capricórnio. Assim, nem tudo aquilo que acreditamos que vamos conseguir vai acontecer não porque não tenha um bom fundamento mas porque o seu desenvolvimento pode ser exagerado dado o trígono de Júpiter a Neptuno e a oposição e sextil de Mercúrio respectivamente a um e a outro. Eliminadas as bolhas ou ou balões, aquilo que acreditamos serem os novos valores com os quais podemos seguramente mover montanhas, vão revelar-se nos próximos dias com a aproximação do trígono entre Mercúrio em Touro e Plutão em Capricórnio.  Razoabilidade, paciência, persistência…

Anúncios