É preciso trabalhar, fazer contas, estar atento aos pormenores e não perder de vista que há resultados a alcançar o que não é compatível com a tentação para fantasias, distrações ou abalos à rotina ou aos equilíbrios das relações. A Lua está em Virgem em oposição a Neptuno em Peixes mas trígono a Plutão em Capricórnio o que também nos ajuda a levar tarefas por diante iluminadas por ideais de compaixão ou para descobrir verdades escondidas. Mais ainda, estamos hoje e todo o fim de semana numa encruzilhada assinalada pela oposição de Vénus em Balança a Urano em Carneiro, ambos em quadratura ao Nódulo Norte em Caranguejo  e ao Sul em Capricórnio assim como estamos sujeitos à quadratura do Sol em Sagitário a Marte em Peixes. A combinação da grande cruz cardinal com uma quadratura regida por Júpiter simboliza essa enorme encruzilhada em que nos encontramos, individual e colectivamente em que a verdade é confusa- Sol e Lua em aspecto díficil a Neptuno, -as relações pessoais,  financeiras ou políticas fazem-se e desfazem-se de forma imprevisível, em que procuramos segurança emocional, familiar, nacional mas só a encontramos através do trabalho, organização, método e navegação costeira, passo a passo com cuidados e sentido crítico, sem nos levarmos muito a sério, mas respondendo com pragmatismo a todas as surpresas, incidentes e desafios. Esta sexta feira temos o “aperitivo” de um fim-de-semana em que para além dos aspectos acima referidos temos ainda Júpiter em semi-quadratura a Plutão num pára-arranca de desenvolvimentos que exige desde já grande honestidade e paciência…

Anúncios