É um dia difícil mas que tem o grande potencial de conseguirmos, com enorme controlo e sentido de ordem, ter um impacto real na organização das coisas que nos ocupam.

A Lua em Virgem em trígono a Saturno e a Plutão em Capricórnio é o que estimula atenção ao detalhe e resultados importantes mas há contrariedades pelo caminho como uma quadratura a Marte em Gémeos, uma oposição a Neptuno, Vénus e Mercúrio em Peixes.

Assim, a racionalidade da Lua em Virgem é ameaçada pela discussão das muitas possibilidades reveladas por Marte em Gémeos, pela confusão da oposição a Neptuno, excesso de sentimentalismo e conversa pela ligação a Vénus e  a Mercúrio, o todo complicado, amplificado em tensão com uma quadratura a Júpiter em Sagitário.

Há que discernir factos e fantasias, estudar as  possibilidades reais e fazer uma correcta avaliação dos impactos. Queremos acção com o Sol em Carneiro mas a caminho de Urano em Touro vamos ter de pensar em nos livrarmos do querer cego para nos abrirmos a novos valores.

Por isso é importante, antes da Lua Cheia de dia 19,  fazermos hoje atenção a todos os detalhes para procuramos de seguida os apoios que vamos necessitar – ou as relações que temos de quebrar para estarmos prontos a entrar, com o Sol em Touro a partir de dia 20, num novo ciclo de valores.