Desde hoje, até ao dia 18, há um caminho minucioso, crítico, a percorrer ao qual dedicamos todo o nosso ser, vontade, razão e empenho, para levar a bom porto aquilo que desde finais de Abril está em fase de revisão e que nos próximos 15 dias pode ser concluído com  sucesso visível, palpável, contabilizável e que para além do pragmatismo envolvido também tem uma dose de sonho ou ideais que temos de incorporar.  Isto acontece com Marte, Sol, Mercúrio e Vénus em Virgem em trígonos consecutivos a Saturno e a Plutão retrógrados em Capricórnio e em oposição também consecutiva a Neptuno em Peixes.

Dentro desde quadro, hoje é Vénus a primeira a fazer oposição a Neptuno, num aspecto que tanto pode ser a inspiração para nos dedicarmos ao trabalho com todo o empenho para concretizar o ideal como, se não pusermos os pés na terra, é possível perder-nos em devaneios.  No entanto, dados os aspectos a Saturno e Plutão, do Sol e planetas em Virgem, o mais provável é sermos capazes de apaixonadamente olharmos para todos os detalhes e fazer acontecer o que sonhamos, de forma criativa e transformadora, dado o trígono que também hoje a Lua em Escorpião faz a Neptuno em Peixes, a caminho da conjunção a este na Lua Cheia de dia 14. Depois disso, a18, Saturno entra directo e a obra leva novo avanço.