Energia para a Semana 13-20 Out-I O MAGO

Por Clara Days:

Palavras-chave: percepção; criatividade; comunicação; habilidade.

Sou o primeiro, o que acorda e impulsiona, represento aquilo que se manifesta. Com o que a vida me traz, farei acontecer, pois é da minha natureza agir e criar. Correspondo ao Princípio Masculino Universal, na tradição simbólica que se associa ao que é consciente, activo, orientado para a intervenção prática.
Tudo o que acontece à minha volta me interessa, para compreender e selecionar em que sentido canalizar a minha acção. E é aí que o meu maior poder se revela, feito de criatividade e engenho, um poder que só existe quando é usado para transformar. Por onde passo, posso deixar a minha marca.
Não reconheço entraves nos obstáculos que encontro, porque acabo sempre por conseguir contorná-los. Para isso, junto à vontade a criatividade e a perícia, e encontro as minhas ferramentas naquilo que me rodeia. Comunico e posso liderar, se for preciso. Serei individualista? Provavelmente, sou.
Chamo-me “Mago”, “Mágico”, ou “Bateleur”, o feirante ilusionista que tanto faz arranjos como entretém. O Tarot de Osho Zen nomeia-me “A Existência”, outros atribuem-me títulos como “Perícia”, “Empreendedor”, “Os Corvos”, “Merlin”, “Hermes” ou “Taumaturgo”, o milagreiro.

Nas imagens das cartas surjo junto da minha banca, que pode mesmo ser um altar, onde os objectos-símbolo dos quatro naipes se encontram: o bastão, a taça, o punhal / espada, o disco com o pentagrama. Apareço homem banal, ou sacerdote, ou feiticeiro, posso empunhar a vara sagrada ou ter sobre mim o símbolo do infinito, a lemniscata, representando a evolução da esfera física e da espiritual, em permanente recomeço. A minha postura pode ser natural ou uma pose ritual, em que ergo uma mão aos céus e viro a outra para baixo, para a terra, como que sendo o intermediário entre a dimensão divina e a comum realidade. Há ainda quem me represente recorrendo a metáforas visuais das mais diferentes configurações e simbologias.
A letra hebraica que me está associada é BETH, ou BEIT, a Casa. O número 1 representa singularidade e pioneirismo. Título esotérico da minha carta: “O Mago do Poder”.
Astrologicamente, sou Mercúrio, o mais rápido dos planetas en torno do Sol, que rege a comunicação e representa a inteligência. É símbolo de mobilidade, é intermediário, mensageiro, jovem, flexível.

Agora, nós, numa semana que inicia com uma poderosa Lua Cheia, impulsionados para a intervenção inconformista.
Não podemos deixar passar o tempo, temos que agir. Temos que usar a inteligência para encontrar, no que está ao nosso alcance, as ferramentas que nos permitam transformar a realidade, na direcção que desejamos. Precisamos de comunicar, de partilhar, de ser rápidos no raciocínio e orientados para a prática.
Apostemos na individualidade, sejamos autênticos e determinados. É importante que tiremos o máximo partido do nosso potencial criativo e criador, das nossas aptidões práticas.
É preciso acreditar, é preciso comunicar, inventar, intervir.Temos asas nos pés, viajemos na direcção do destino que conseguirmos construir.
Tudo vale a pena, porque a alma não é pequena.

Imagem : Tarot Lowbrow (colaborativo, 20 artistas) – desenho de Christopher Ulrich, 2012

Clara Days

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: