Podemos ter pensamentos cor-de-rosa sobre questões negras e de difícil resolução mas não nos podemos perder em devaneios e há que ter consciência prática sobre como tratar dos assuntos em agenda que exigem a revisão do poder de cada um e da justiça das partes. É a Lua em Peixes a aproximar-se de uma conjunção a Neptuno e de um trígono ao Sol em Escorpião que tende a tingir de ilusão a tensão de mudança fortemente assinalada pela quadratura de Marte em Balança a Plutão em Capricórnio, ambos regentes do Sol e Mercúrio retrógrado em Escorpião. A acrescentar à tensão de mudança nas relações, bens e poderes está a quadratura entre Vénus em Sagitário e a Lua em Peixes que dificulta sentirmo-nos satisfeitos emocionalmente já que as expectativas são grandes mas as respostas nebulosas.

Salvamos o dia uma vez mais com os pés bem na Terra a aproveitar o sextil de Saturno em Capricórnio ao Sol em Escorpião: para mudar é preciso planos, uma ordem de trabalhos e a criação de estruturas a longo prazo que traduzam o potencial de transformação que ainda estamos a re-analizar durante estas semanas de Mercúrio retrógrado.

Anúncios