Chegam-nos informações de todos os quadrantes, contactos para além dos habituais, podemos ter ideias visionárias ou querer falar de mundos maiores mas é o imprevisto, o, inabitual, inovador, irritante ou perturbador que tende a sobrepor-se-se a qualquer lógica conservadora e nos força a abrir horizontes. Mercúrio o planeta da comunicação entrou em Aquário, signo onde está exaltado e disponível para aderir ao que é diferente, excêntrico, inventivo mas faz quadratura a Urano em Touro e pela tarde à Lua recém-entrada em Escorpião. Resultado: podemos não conseguir controlar todos os dados e ter dificuldade em aderir completamente a uma agenda aparentemente interessante mas sem garantias…Esta tensão é ainda maior porque Júpiter, Plutão, Saturno e Sol em Capricórnio puxam-nos para o sério, o estruturado, ordenado, conservador e agarrado a sistemas de segurança que estão a ruir o que também agrava inseguranças sobre o que conseguimos ou não dominar neste processo de mudança. Pelo final do dia a Lua está em trígono a Vénus em Peixes a caminho de outro trígono ao Nódulo Norte em Caranguejo. Suavizam-se as emoções, ganhamos em paciência mas não deixamos de estar perante cenários e informações novas que temos que integrar.