Fazer o que  nos apetece ou tentar acordos com os outros é o grande dilema do dia. Por um lado não queremos conflitos – a Lua está em Balança- mas por outro o impulso ou paixão de agir – Vénus em Carneiro conjunta a Quíron opostos à Lua – faz-nos oscilar entre um sim contrariado e um não envergonhado. A complicar esta tensão temos uma quadratura de Vénus e da Lua aos Nódulos em Caranguejo e Capricórnio. Sabemos que temos de procurar segurança emocional, em casa, família, tribo ou país mas não sabemos bem como, apenas que há uma velha ordem a largar e que o ideal seria estamos em harmonia com tudo e todos em vez de nos sentirmos tão fortemente impulsionado a não olhar a meios para atingir os fins. É nas relações pessoais, amorosas ou financeiras que o desafio de harmonia é maior e só se resolve se estivermos muito claros sobre o que idealizamos a longo prazo -já que o imediato traz dissonâncias-  com a ajuda de Marte regente de Carneiro, em trânsito em Sagitário e Júpiter seu regente em transito em Capricórnio em sextil a Mercúrio e Neptuno em Peixes.