Sexta, 11/11- Procurar a segurança entre o sonho e a realidade

Não só estamos a 11/11/11 como Mercúrio e Vénus transitam os 11 graus de Sagitário.  Noutras áreas da simbologia como a Cabala e o Tarot que dela deriva, o número 11 tem sempre o mesmo significado- o da força espiritual.  Mas no mito da criação da Babilónia, Enuma Elish Tiamat, o deus do caos é apoiado por 11 monstros… O facto é que as polaridades estão sempre presentes e, a acrescentar às que podem ser suscitadas pelas diferentes interpretações a dar a tanto 11 num só dia,  hoje ainda,  Neptuno, o planeta do espírito, para o bem e para o mal, transita Aquário, o décimo primeiro signo do Zodiaco  sendo oposto por Marte: as aspirações levam-nos numa direcção mas as obrigações do quotidiano puxam-nos para outro. 

Marte, o planeta da vontade entrou em Virgem, onde vai permanecer até Julho de 1912. Do outro lado do espectro astrológico, mesmo que não seja grau por grau, vai estar Neptuno, agora nos últimos graus de Aquário e de seguida em Peixes,  que nos faz desde já sentir a oposição entre a necessidade de tratar das coisas práticas da vida, os detalhes de organização, a precisão da técnica, os pormenores do negócio ou do serviço e a pulsão de sonhar, de nos libertarmos de ideias pré-concebidas, de imaginarmos novos mundos vastos não, em desenho minucioso mas sim em  pinceladas largas. É com esta polaridade, entre a atenção à folha e a consciência da floresta,  que vamos viver durante os próximos oito meses. O avanço é feito ora lidando com as consequências ora idealizando novos paradigmas que respondam à crise provocada pela sucessão de quadraturas de Urano a Plutão, que, até 2015 reflectem a crise financeira, política e social em curso.

Depois da Lua Cheia de ontem, hoje ainda em Touro,  pedir estabilização face à insegurança económica e financeira, Marte em Virgem permite, de forma realista começar a lidar com os diferentes aspectos da resposta. Ao final do dia, a Lua entra em Gémeos e, em trígono a Marte, começamos o fim de semana sabendo que pode haver mais do que uma saída, sob a tensão do quadrado da Lua a Neptuno que nos diz que ao ouvir só a voz do espirito nos podemos perder no vazio. A resposta está em dialogar com olhos postos no futuro, com a ajuda de Mercúrio e Vénus em Sagitário. 

 Nos céus da Zona Euro, continua o diálogo diplomático e político sobre como projectar uma saída para a crise financeira. O foco nos mercados enquanto a Lua está em Touro passa a um foco nos tratados e nas questões jurídicas e relações com países externos à União, a partir do momento em que pela noite e durante o fim de semana, a Lua transitar Gémeos.

Em Portugal, o aspecto mais relevante para esta sexta feira continua a ser Marte /Neptuno, que ilustra conflitos internos e a  polidade entre a preparação detalhada e ainda sigilosa de mais cortes orçamentais, ou a negociação sigilosa de acordos, que permitam a aplicação dos programas de acção do governo e as expectativas e exigências sociais, dos trabalhadores em geral e da função pública em particular. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: