Quinta, 10/11- Estabilizar e tratar dos detalhes

Hoje é dia de Lua Cheia em Touro, o culminar do ciclo que começou na Lua Nova de 26 de Outubro, em Escorpião. É uma Lua Cheia dramática que nos obriga a concretizar objectivos de reformulação, mesmo que dolorosos, definidos na Lua Nova. Há que deixar para traz o que já não serve os propósitos futuros enunciados por Mercúrio e Vénus em Sagitário e e fazer face á quadradura de Urano a Plutão que exige libertação das nossas dependências fisicas, pessoais, amorososas, politicas ou financeiras.  Esta Lua pede estabilização depois de tudo ter vindo ao de cima.

Depois de ontem Neptuno ter entrado directo, também hoje Quiron fica estacionário antes de avançar em Peixes, ambos assinalando a necessidade de regenerar emoções ligadas à insersão social, rejeições amorosas ou excesso de sensibilidade e receio de vivermos dores antigas. Encarar as memórias dormentes,  acesas por estes trânsitos e ultrapassar de vez o mal  estar interior, é o objectivo a atingir.

E hoje ainda, Marte sai de Leão e entra no signo da Virgem, tirando o foco da vontade de afirmação individual para a necessidade de acção através do serviço, da atenção ao detalhe e do pragmatismo.

Nos céus da Zona Euro culmina, nesta Lua Cheia, o que começou com a Lua Nova, ambas no eixo do Nódulo Lunar da UE.  No dia 26 de mês passado reuniu-se o Conselho Europeu sobre o Euro por causa da crise grega e apontaram o dedo para a Itália que vinha num crescendo de dificuldades, agora na Lua Cheia caíu o governo grego, demite-se Berlusconi e com a entrada de Marte em Virgem passam a ser os detalhes dos ajustamentos à contabilidade do financiamento dos fundos de estabilidade que vão estar em cima da mesa. Por esta Lua Cheia cair na casa VIII conjunta ao Nodúlo Luna Sul, as perspectivas são sombrias sobre o futuro conjunto e a tendência é para a adopção de medidas conservadoras na ilusão de seguranças antigas. Neptuno directo dilui as estruturas de poder que não servem mais a evolução politica e financeira, ainda sem novo quadro ideologico, para o que será preciso esperar Fevereirro quando Neptuno entrar em Peixes.  E a entrada de Marte em Virgem anuncia já disputas e possibilidade de rupturas entre os membros da União em particular entre os próximos dias 17 e 21, datas em que está em quadratura ao Marte natal. No horóscopo do Euro, esta Lua cheia também faz aspectos tensos entre o seu valor partilhado e a projecção no mundo, podendo isto representar uma desvalorização face a outras moedas.  Ou seja, em geral esta Lua Cheia não é favorável à situação na Europa, mas ilustra o que está mal e tem que ser mudado, tanto nos poderes políticos como no sistema financeiro.

No horóscopo do Governo de Passos Coelho, a Lua Cheia ilumina a dificuldade de cumprir as obrigações externas e a entrada de Marte em Virgem traduz-se em conflitos internos do governo, com a quadratura ao Marte natal e confusão e acções pouco claras ou intrigas nos relacionamentos com os parceiros. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: