Passamos hoje por vários estados de alma, começando por sentir-nos atraídos pela ideia de diversidade, face a toda a informação com que nos deparamos. Somos igualmente confrontados com a necessidade de tomar opções e definir principios orientadores e, a meio da manhã, parece ser possível harmonizar sonho e organização com vista a ampliarmos os nossos recursos, sejam eles intelectuais ou materiais.Isto deve-se à posição da Lua em Gémeos, nos seus graus finais em trígono a Neptuno em Aquário e Saturno em Balança, num grande trígono de Ar, em que a mente domina.

Mas, a partir do princípio da tarde, a Lua entra em Caranguejo e o foco passa a ser a segurança emocional, mais ainda porque a Lua, nesse momento, faz uma quadratura exacta a Urano em Carneiro, libertando energias de ruptura, necessidades ou obrigações de independência e exigindo a criação de novas bases de segurança pessoal. Queremos  garantir raízes e fundamentos sejam eles familiares, domésticos ou arquétipos porque a Lua em Caranguejo, vivida de uma forma instintiva responde às carências de segurança.  Resolve-se com  o desenvolvimento da autonomia emocional necessária para  enfrentar vulnerabilidades derivadas de experiências passadas.

Ao final do dia a razão e o desejo contradizem-se. O que a mente aponta como solução não é o mesmo que o coração sente que é preciso organizar. Mercúrio retrógrado em Sagitário em semiquadratura a Vénus em Capricornio cria esta tensão que exige que se encontre um compromisso. O ideal é esperar mais uns dias até que Mercúrio entre directo a 15 e aproveitar para procurar novos dados que permitam então uma via de saída do conflito.