A semana começa como acabou, com sinais firmes de que é preciso fazer planos a longo prazo para reorganizar relações pessoais e financeiras, deixando para trás excitações, obsessões ou reações passionais. A razoabilidade e capacidade de restruturar dívidas, redefinir os fundamentos das relações e apostar numa mudança profunda das teias que as sustentam é o mote esta semana. Tudo isto porque Vénus está conjunta a Saturno em Escorpião, em sextil a Marte conjunto a Plutão em Capricórnio. Hoje, amanhã e depois, estes vão ser os aspectos que mais podem ter correlação com o nosso quotidiano, individual ou colectivo.

É possível hoje ter uma deia mais clara do que deve ser feito de diferente para sair de impasses e se poder planear com olhos no futuro, graças ao trígono do Sol em Sagitário a Urano em Carneiro.  A escrita, projectos originais, a compreensão dos grandes princípios sobre os quais devemos construir a mudança todos estão favorecidos com este trânsito. Com Júpiter em Gémeos e Mercúrio seu regente em Escorpião, em vésperas de entrar directo, tudo o que comunicarmos pode ser revelador e transformador.