O Papa Benedict XVI renunciou no dia 11 de Fevereiro ao seu cargo de chefe da Igreja Católica que abandonará no dia 28 deste mês.  Alegou motivos de saude, com Neptuno e Vénus em transito na XII trígonos ao Nódulo Norte na IV, Mercúrio e Lua conjuntos ao Ascendente, Marte quadrado a Saturno e conjunto a Júpiter no dia 28 em que deixa o cargo em simultâneo com Júpiter oposto a Saturno e o Sol, vital e regente da saude em trânsito na XII todo o mês de Fevereiro até 10 de Março.

A casa XII é a casa do recolhimento, forçado em hospital, prisão ou natural com o afastamento da ribalta, da busca de paz interior. É a casa da psique e do espírito, onde a realidade parece esquecida.  Essa casa XII porque começa em Aquário é regida por Urano que está na cúspide da I, conjunto a Júpiter regente da X e da I, da carreira e do estatuto e a Mercúrio regente da III e da VII, da comunicação e das relações- um homem que se vê- casa I- a fé como profissão- Jupiter, a transposição para o exterior do mundo interior de uma forma específica- Urano regente da XII ( recordar que este Papa dirigia o instituto que investigava a a ação católica, a Congregação para a Doutrina da Fé que substituíu a antiga Inquisição- conjunto a Mercúrio, a inteligência, capacidade de comunicação, escrita, fluência teológica que os pares lhe reconhecem como excepcional.

Ora Neptuno, (que está natalmente na VI, em Leão, simbolizando o serviço da Fé como estandarte da personalidade), em trânsito na XII, nos primeiros graus em Peixes -que regem o Ascendente-, começa a revelar a diluição interior dessa consciência, das memórias, desse motor de serviço, depois de uma quadratura a Vénus e a caminho de uma quadratura a Saturno natal, regente também de Aquário e da casa XII e regente da casa XI que representa, em Capricórnio, o lugar de chefia de estrutura politica e social do Papa. Saturno natal na IX em Sagitário ilustra perfeitamente o Doutor em Teologia.

Também Saturno em trânsito, ao entrar na VIII e em Escorpião, traria agora uma responsabilidade acrescida sobre questões financeiras- a banca do Vaticano não está nos seus melhores dias- e obriga também  a uma tomada de consciência da necessedade de transformação alquimica, coisas de vida e de morte, e toda a restruturação interior e exterior derivada dessa consciência ou de factores externos que, com Saturno nos mostram os limites do poder temporal.

pope_benedict

Anúncios