O desejo é de harmonia, boas relações a dois, em grupo, no colectivo e fluem os sentimentos de paz social no entanto, a frustração é grande e temos de nos confrontar com demasiado trabalho, demasiadas pressões, responsabilidades, controlos e perigos de agressão que dão cabo de quaisquer fantasias que pudesse haver. É a Lua em Balança conjunta ao Nódulo Norte que estimula a busca de paz e novos equilíbrios de poder, mas nesta posição também faz oposição a Urano e quadrado a Plutão, levantando questões sobre como podem as relações ajustar-se depois do que aconteceu na Lua Cheia, quando Sol e Lua activaram esse aspecto de alta tensão e transformação do status-quo. Assim, hoje, não só somos confrontados com as dificuldades de manter boas relações no quadro das crises e mudanças em curso, tendo talvez de fazer opções, escolher novos aliados, rejeitar velhos parceiros, como, com Marte a entrar em Peixes e a fazer quadratura a Saturno em Sagitário, vamos ver como a defesa dos nossos ideais é limitada por forças maiores, seja o sonho criativo, seja uma motivação ideológica em conflito com falta de meios, regras, censura ou outras formas de repressão. A chave está em não deixar de acreditar no nosso potencial ou na consciência que nos move e tentar limitar confrontos.  Em termos colectivos, a entrada de Marte em Peixes é sempre um tempo de afirmação de  ideologias, fés, religiões, ideais de vida, pela via da força, da declaração bruta de intenções. Saturno em Sagitário, onde entrou no Natal e onde não estava desde os anos 80, está correlacionado com recessão, censura, repressão ideológica, limites ao crescimento e o peso da lei. Nesses signos e em quadratura, Marte e Saturno promovem conflito e repressão.  Marte avança para um conjunção exacta a Neptuno a 19 e 20 de Janeiro, estímulo, na pior das versões, de forças inconscientes, excessos de droga, acções secretas, alterações de consciência, guerras santas, mas também, na boa versão de possibilidade de cura, boas intuições, e muita energia psíquica ou espiritual. Há que estar consciente dos riscos e aproveitar o estímulo criativo.

 

Anúncios