O desejo de nos abrirmos à vida, sem limites, e de exprimir a verdade emocional é o grande motor do dia. Não falta visão para o que nos transcende ou o impulso de escapismo para fugimos do que intuímos. Com a Lua conjunta a Neptuno em Peixes, tudo é música para os nossos ouvidos, numa sensibilidade exacerbada que se não encontrar saída artística, se revela à mesma através da empatia, atrai popularidade, carinho familiar ou o conforto de relações seguras com a Lua em trígono a Vénus em Caranguejo. No entanto, os sentidos à flor da pele também captam ofensas, reais ou imaginárias de que temos de nos defender, seja entrando em discussões que acabam por ser vagas seja mudando de postura interior, caso tudo se passe no domínio das sensações. Isto porque a Lua está desde ontem em quadratura a Marte, só que ontem Marte estava ainda em Touro e tínhamos de defender valores seguros e hoje Marte entrou em Gémeos o que nos leva a defender ideias ou várias opções, estimula a agressividade verbal,  empurra para querer saber mais ou dizer como é. Marte em Gémeos pode exagerar impulsos e provocar acidentes com movimentos descontrolados. Ser capaz de exprimir a visão e guiar o sonho é a única forma de ultrapassar a contrariedade.

Para chegarmos a esse apuro, temos de articular as energias de  Marte e Mercúrio agora em Gémeos, signo em que entra o Sol no dia 21, um dia depois de Mercúrio, regente de Gémeos entrar retrógrado, nos 13 graus, em semi-sextil a Vénus e quincúncio a Neptuno. O que se diz, o que se escreve, o que se sabe, o que se discute, as opções na mesa, sua avaliação, as viagens a fazer seja da mente ou do corpo são o foco do nosso lado racional, é aí que queremos estar em comando. Controlar a lógica das coisas, deter uma máximo de informação torna-se assim o objectivo  até finais de Junho. Só que, de dia 20 de Maio até dia 12 de Junho, Mercúrio vai estar retrógrado entre os 13 e os 4 graus de Gémeos- paciência precisa-se para rever linhas e entrelinhas, saber esperar por respostas, trabalhar posições precisas e não esquecer que será sempre preciso negociar devido à presença do Nódulo Norte em Balança. Hoje com a Lua em Peixes conjunta a Neptuno podemos sonhar mas vemos também que o trabalho de orientar o sonho está por fazer.

A tela é do pintor indiano Ravi Varma Coil Thampuran, 1848-1906.

astro_w2gw_75_carta_do_dia.75298.25802

30TVF_RAVI_V_1_111597g

Anúncios