Este fim de semana há uma  Lua Nova e um eclipse parcial do Sol, no signo da Virgem, exactamente oposto a Quíron em Peixes. A Virgem é um signo de Terra, símbolo da materialização  através do serviço, do uso das capacidades critícas. Os Peixes, o símbolo da empatia, fusão emocional, elevação acima da matéria.  Quíron em Peixes é onde está a ferida, a carência de entendimento, a falta de amor profundo, a impossibilidade de satisfação. Quando o Sol e a Lua se opõem a este Quíron, somos confrontados com essa dor interior, com a confusão emocional, vemos com de forma crítica o que temos e não temos para dar, o que nos dão ou não e é com a razão que temos de tentar resolver as angústias dessa divisão. Uma Lua Nova em Virgem abre um novo ciclo de perspectiva, um eclipse parcial do Sol em Virgem põe cobro a uma forma de estar e de organizar a vida. A possibilidade de mudar de atitude, de nos libertarmos de velhos hábitos, manias, rotinas, dispersões ou obsessões, tratar da saúde, prestar contas, arrumar assuntos ou pura e simplesmente por ordem em casa é fortemente amplificada pelo trígono do eclipse a Urano em Carneiro. Torna-se possível inovar, levar as iniciativas por diante e sentir de facto que estamos a fazer qualquer coisa de útil. Um óptimo fim de semana para perceber o que vale ou não a pena trabalhar, em nós próprios e no que nos rodeia. Mercúrio regente do eclipse, em Balança em sextil a Vénus em Leão traz a recompensa. É a dois e em harmonia que podemos projectar o que de melhor temos para oferecer.

astro_w2gw_66_carta_do_dia.32262.30540

eclipse_1743271c

Anúncios