Há que tomar uma atitude, assumir quem somos e fazer valer os princípios em que acreditamos, mesmo que não sejam os mais óbvios. Com brio ou orgulho, a semana arranca com um grande trígono de Fogo entre a Lua em Leão, Saturno em Sagitário em Urano em Carneiro, sinal de novidade, entusiasmo, confiança, reforço do sentido de identidade que projectamos no mundo com o Sol em Aquário.  Os discursos tornam-se poderosos e sentimos que chegou ao fim o tempo de impasse ou re-avaliação do que estruturalmente temos de mudar nas nossas vidas ou na ordem de que dependemos. Os pensamentos obsessivos, dissecação minuciosa, análise compulsiva, discussões intensas tendem a abrandar porque a lógica muda.  Mercúrio deixa hoje de estar retrógrado em conjunção a Plutão em Capricórnio e o impacto da informação e comunicação faz-se sentir no governo das coisas. É um arranque de semana potente para pormos em marcha assuntos pendentes desde o princípio do ano ou mesmo desde antes do Natal. Júpiter e Nódulo Norte em Virgem regidos por Mercúrio promovem o sentido prático e a capacidade de servir enquanto Vénus em Capricórnio impede relações sem uma forte componente de projecção futura. A ambição de gerir e a possibilidade  de o fazer porque agora a conversa é outra estão apoiadas por Marte em Escorpião, a vontade de controlar os processos de mudança.

A imagem é uma polaroid do fotógrafo alemão Helmut Newton- 1920-2004astro_w2gw_28_carta_do_dia.75910.10332

phpThumb_generated_thumbnailjpg

Anúncios